22 Árvores de raízes agressivas

Foto de Tim Green
Foto de Tim Green

Você já deve ter ouvido falar que algumas árvores têm raízes agressivas, capazes de destruir tubulações enterradas, calçadas, pavimentos, muros, etc. Eu não acredito que as raízes sejam realmente agressivas, elas não querem o mal, apenas são vigorosas e com crescimento superficial, que engrossam com o tempo e acabam por resultar em efeitos catastróficos nos ambiente urbanos. O que acontece na verdade é uma má escolha das espécies acompanhado muitas vezes de um plantio inadequado. Nem sempre uma árvore bonita, com uma floração espetacular é indicada para áreas calçadas, estacionamentos e pequenos quintais.

Raízes adventícias de Falsa-seringueira. Foto de Mauro Cateb
Raízes adventícias de Falsa-seringueira. Foto de Mauro Cateb

Elas são perfeitas para serem admiradas em toda sua majestade em grandes áreas abertas, como parques, praças e fazendas. Tenha em mente, que mesmo as espécies recomendadas precisam de uma área mínima de absorção de água no canteiro para que não apresentem raízes agressivas no futuro. Além disso, de nada adianta insistir nestas espécies, plantando elas dentro de manilhas de concreto. Você estará desvirtuando a natureza da árvore, prejudicando seu desenvolvimento e ainda assim suas raízes destruirão as manilhas com o tempo, surgindo um pouco mais distantes. Abaixo segue uma lista de espécies de árvores comumente encontradas nas grandes cidades, mas que podem representar um grande inconveniente para as construções e pessoas, seja por suas raízes “agressivas”, seja por frutos grandes e pesados, folhas ou flores escorregadias, desrama natural perigosa, tronco frágil e suscetível a cupins, entre outros problemas. Antes de remover uma árvore por qualquer um destes motivos, solicite a avaliação técnica de um engenheiro agrônomo ou florestal para verificar se realmente há problemas ou se haverá no futuro.

  • Uma belíssima Tulipeira, pena que é tóxica para as abelhas. Foto de Mauro Guanandi
    Uma belíssima Tulipeira, pena que é tóxica para as abelhas. Foto de Mauro Guanandi
    1. Salgueiro-chorãoSalix x pendulina: Copa inadequada para as calçadas, atrapalha os transeuntes. À procura de água, os chorões tem tendência a destruir tubulações de água e esgoto enterradas.
  • 2. FlamboyantDelonix regia: Raízes tabulares, muito superficiais e agressivas.
  • 3. FicusFicus benjamina: Atinge grande dimensões. Nunca para de crescer. Apresenta raízes superficiais e adventícias.
  • 4. Paineira-rosaCeiba speciosa: Árvore de crescimento vigoroso, grande porte, que apresenta madeira frágil, tronco recoberto de espinhos. Sujeita à quebra.
  • 5. Pau-formigaTriplaris americana: Madeira leve, raízes superficiais, grandes dimensões e atrai formigas.
  • 6. EucaliptoEucaliptus spp: A maioria das espécies apresenta grande porte, sistema radicular superficial e derrama natural.
  • 7. AbacatePersea americana: Árvore de madeira frágil, com tendência à quebra e que pode atingir grandes proporções. Frutos grandes, que provocam sujeira.
  • 8. MangaMangifera indica: Sistema radicular superficial, frutos grandes que provocam muita sujeira.
  • 9. GuapuruvuSchizolobium parahyba: Árvore de crescimento vertiginoso e porte avantajado. Madeira muito frágil, sujeito à quedas e quebra dos ramos.
  • Perigosos e mal-cheirosos. Os frutos da Abricó-de-macaco são verdadeiras balas de canhão. Foto de Wendy Cutler
    Perigosos e mal-cheirosos. Os frutos da Abricó-de-macaco são verdadeiras balas de canhão. Foto de Wendy Cutler
    10. Pinheiro-do-paranáAraucaria angustifolia: Árvore nativa de grandes dimensões, seu maior problema é a derrama natural. Em locais com muitos exemplares, é indicado um programa de podas para evitar a derrama. Suscetível a cupins.
  • 11. Jaca Artocarpus heterophyllus: Árvore de frutos gigantes que podem causar sérios acidentes, caindo sobre automóveis e ferindo pessoas.
  • 12. Chapéu-de-solTerminalia catappa: Sistema radicular superficial. Copa pode atingir grande proporções.
  • 13. CasuarinaCasuarina equisetifolia: Raízes superficiais.
  • 14. Plátano Platanus x hispanica: Grandes dimensões e raízes superficiais. Exige podas anuais e suas folhas provocam muita sujeira. Tronco suscetível a brocas.
  • 15. TulipeiraSpathodea campanulata: Flores com pólen tóxico às abelhas. Por ocasião da queda, as flores são mucilaginosas e escorregadias. Raízes superficiais.
  • 16. GrevilhaGrevilea robusta: Sistema radicular superficial e vigoroso.
  • 17. Tipuana – Tipuana tipu: Porte avantajado, raízes agressivas e madeira frágil, que é mais propícia a quebras e cupins.
  • 18. ÁlamoPopulus nigra: Raízes agressivas.
  • 19. Abricó-de-macacoCouroupita guianensis – Também conhecida como bola-de-canhão. Seus frutos são grande, pesados e mal cheirosos, podem provocar acidentes e muita sujeira.
  • 20. Falsa-seringueiraFicus elastica: Como as outras figueiras, esta apresenta tronco de grande diâmetro, raizes adventícias e superficiais.
  • 21. PinheiroPinus spp: Muitas espécies de grande porte, suscetível a cupins e com derrama natural.
  • 22. JambolãoSyzygium jambolanum – A queda dos pequenos frutos provoca muita sujeira em calçamentos, áreas de estacionamento e em automóveis.

Veja também: 35 Árvores ideais para calçadas

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

13 comments on “22 Árvores de raízes agressivas

  1. nao entendi sobre o pau formiga. Aqui destrói a calçada, em outro artigo de vcs o oposto. Aqui em casa esta na beira da garagem e não destruiu nada apesar de ter mais de 15 metros de altura

  2. Na cidade de São Paulo, infelizmente, por ignorância, foram plantadas de há muito tempo
    várias dessa árvores de raízes agressivas e ou inconvenientes, como flamboyant, fícus,
    paineiras, eucaliptos, mangueiras, jaqueiras, chapéus-de-sol, tipuanas, falsa-seringueira,
    etc.etc. Muitas delas tem 90, 100 anos ou mais e frequentemente caem algumas com
    ventanias ou temporais, sobre carros e até, às vezes, sobre pessoas! Fernando.

  3. Preciso saber se as raizes da jaca podem causar estragos,pois meu marido plantou uma a meio metro de um muro e um metro da parede de nossa casa,já me disseram que tem perigo mas ele é teimoso e não quer retirar,me informe por favor.

  4. Na verdade acho que todas têm as raizes agressivas , como dizem. Das que tenho, as raízes que menos vejo são as do pessegueiro e do caquizeiro e as piores são da goiabeira ,pois estão brotando os ditos brotos-ladrões em todo espaço plantado . Concordo que pinheiro- do- paraná seja perigoso , principalmente velho e com galhos enormes. Não fico embaixo dele nunca . Em outra parte da casa estou cercada por encosta cheia de plantações cujo nome desconheço mesmo e essas raizes já destruíram todo o quintal que tive de quebrar para cortá-las e acimentar tudo . Não sei qto tempo ficará lisinho , mas sei que tudo voltará . Acho que ninguém deve plantar qualquer uma perto de muros , instalações… Estou na região serrana do RJ.

  5. Boa noite.

    Se eu plantar uma mangueira no jardim da frente da minha casa onde a mangueira ficaria 1,5 metroa do muro e 2 metros da casa.
    Eu terei problemas com as raizes no futuro?
    Se eu manter com podas ela sempre com uns 3 metros e com a copa mediana, essa raiz ainda vai crescendo e engrossando para danificar ou empurrar o muro?

  6. Olá, eu incluiria nesta relação a inocente tumbérgia azul. Havia plantado uma muda para cobrir um pergolado, mas depois de adulta notei rachaduras no piso de caxambu do local, o que me levou a retirá-la cortando os dois caules rente ao solo. Para minha surpresa mesmo depois de removida totalmente a cobertura de folhas e seus caules, as raízes continuaram a crescer e levantar as pedras. Cerca de um ano depois de cortada a planta o piso continuou a levantar e tive que removê-lo para arrancar mecanicamente as raízes cujo comprimento somado passava de 10 metros, um caos.

Os comentários estão fechados.