Palmeiras e piscinas: qual a distância segura?

Palmeira próximo à piscina e muro.  Foto de Elliot Cross
Palmeira próximo à piscina e muro.
Foto de Elliot Cross

Pergunta: Bom dia! Tenho uma palmeira rabo-de-raposa em minha casa e a área em que ela está fica a 10 cm do muro e a 30 cm do piso da piscina. Observei que ela está crescendo muito rápido, com tronco circular muito espesso. Existe perigo dela estourar o muro ou o piso da piscina? Atenciosamente – Merces Mendes


Resposta:
Prezado Merces, é sabido que as árvores ideais para plantar próximo às piscinas e outras estruturas, como muros, são as palmeiras, visto que elas tem raízes fasciculadas (ou em cabeleira), que não são agressivas, não ficam lenhosas e geralmente estão apenas nos primeiros 30 cm de profundidade do solo (raramente ultrapassando um metro). Ainda assim, é preciso atentar para uma distância mínima de segurança das estruturas e um bom desenvolvimento radicular da árvore.

Para calcular a distância segura faça uma projeção da copa da árvore adulta sobre o solo. No caso da palmeira rabo-de-raposa, cujo diâmetro de copa vai de 4,5 a 6 metros no indivíduo adulto, uma projeção de 5 metros é segura (Imagine uma circunferência com 5 metros de diâmetro). Ou seja, a distância da piscina ou do muro seria de 2,5 metros. Também preocupe-se em deixar essa área infiltrar, ou seja, nada de cobrir com piso impermeável. Assim, sua palmeira ficará bem segura, hidratada, ancorada, saudável e não danificará estruturas próximas, nem incorrerá em risco de quedas. Essa regrinha serve pra maioria das palmeiras, com poucas exceções.

Que tal ganhar dinheiro fazendo o que mais ama?

Jardinagem e Paisagismo

Se você adora estar entre as plantas e sujar as mãos de terra como eu, pode transformar a sua vida agora mesmo através da profissionalização. Seja feliz hoje, não deixe para depois.

Muitos podem achar essa distância excessiva e plantar a distâncias menores, sem no entanto incorrer em problemas estruturais futuramente. Aliás, essa é uma atitude bastante frequente. No entanto, reafirmo que esse cálculo é para uma distância segura, com garantia quase certa de não haver problemas (em se tratando de natureza nada é 100% certo), e não uma regra fixa a ser seguida. Às vezes assumir um pequeno risco pode ser interessante para o conjunto do projeto paisagístico. Boa sorte!

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.