Árvore-da-felicidade-macho – Polyscias guilfoylei

 Polyscias guilfoylei, Árvore-da-felicidade, Arália-cortina

Foto: Fuzzform

A árvore-da-felicidade-macho é um arbusto ou arvoreta, de ramagem lenhosa, ramificada e folhagem decorativa. Ela é plantada em diversas regiões tropicais e subtropicais do mundo e o seu cultivo é envolvido em crenças e superstições. Acredita-se que a presença da planta na casa traz harmonia e felicidade ao ambiente e seus moradores. No entanto, para receber essas dádivas não se pode comprá-la simplesmente, é preciso ganhar de presente. Essa história surgiu do fato de os povos orientais frequentemente oferecerem a planta de presente ao amigos e parentes, em conjunto a uma outra espécie, a Polyscias fruticosa, conhecida como árvore-da-felicidade-fêmea. Desta forma, estariam equilibradas as energias Yin e Yang, masculino e feminino respectivamente. Apesar do nome, do parentesco e da semelhança, as plantas são de diferentes espécies e não necessitam uma da outra para viver ou se reproduzir. O formato das folhas varia com a cultivar, mas na espécie típica são ovaladas a elípticas, de cor verde-escura, brilhantes e com margens inteiras ou recortadas. Há muitas cultivares dessa espécie, entre elas podemos citar a ‘Parsley’, com folhas que lembram o coentro, a ‘Blackie’, de folhas verde-escuras, e a ‘Victoriae’, com folhas rasgadas e variegadas.

À direita árvore-da-felicidade-fêmea e à esquerda, a espécie macho.
À direita árvore-da-felicidade-fêmea e à esquerda, a espécie macho. Foto de Tau’olunga
Plante a árvore-da-felicidade-macho em bonitos vasos de cerâmica ou resina, que fiquem bem com a decoração do ambiente. Realize podas de formação e limpeza, estimulando o adensamento da planta e prevenindo assim doenças e pragas. Mantenha a proporção do tamanho da muda com o volume do vaso. E tenha em mente que de tempos em tempos, a planta precisará ser transplantada, precisando cada vez de uma vaso maior, principalmente se estiver acompanhada da espécie fêmea. Ao contrário de sua colega, geralmente a árvore-da-felicidade-macho não necessita tutoramento e pode se sustentar sozinha. No jardim pode ser plantada isolada, em conjuntos ou em renques, preferencialmente em áreas protegidas. Com ela podemos formar cercas-vivas e renques junto a muros. Ideal também para bonsai.

Deve ser cultivada sob sol pleno, meia sombra ou luz difusa, em solo drenável, enriquecido com matéria orgânica e mantido úmido, sem encharcar. Ao montar o vaso para a planta, utilize como substrato uma mistura de solo comum de jardim, terra vegetal, areia e vermiculita, e forre o fundo do vaso com pedras e manta geotêxtil. Assim você garante a boa drenagem e a retenção ideal de umidade. Apesar do que muitos podem dizer, a árvore-da-felicidade-macho pode ser plantada sob sol pleno, desde que a mudança para o ambiente ensolarado seja lenta e gradual, evitando assim a queima repentina das folhas. Da mesma forma, plantas cultivadas sob intensa iluminação precisam ser gradativamente sombreadas, pois correm o risco de perder todas as folhas depois da brusca mudança de ambiente. Ela cresce muito bem em ambientes sombreados em até 80%, mas ficará mais viçosa e cheia em áreas mais iluminadas. Não tolera poluição ou fumaça de cigarros, assim como frio intenso, geadas, salinidade, ar condicionado ou áreas expostas com muito vento. Fertilize de maneira branda e diluída durante toda a primavera e verão. Multiplica-se facilmente por estaquia dos ramos, que podem ser obtidos durante as podas.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *