Zygopetalum maculatum

  • Nome Científico: Zygopetalum maculatum
  • Sinonímia: (homotípicos): Dendrobium maculatum Kunth, 1816; Broughtonia maculata (Kunth) Spreng., 1826; Maxillaria maculata (Kunth) Lindl., 1832 (heterotípicos): Zygopetalum mackayi Hook., 1827; Eulophia mackaiana Lindl., 1831; Zygopetalum mackayi var. intermedium Mutel, 1842; Zygopetalum velutinum Hoffmanns., 1843; Zygopetalum intermedium Lodd. ex Lindl., 1844; Zygopetalum intermedium Regel, 1855; Zygopetalum mackayi var. parviflorum Regel, 1855; Zygopetalum mackayi var. pictum Regel, 1855; Zygopetalum rivieri Carrière, 1873; Zygopetalum massangei Jacob-Makoy ex T.Moore & Mast., 1876; Zygopetalum intermedium var. peruvianum Rolfe, 1894; Zygopetalum bolivianum Schltr., 1922. RHS: Zygopetalum mackayi, Zygopetalum intermedium
  • Nomes Populares: Zygopetalum maculatum, Orquídea-zygopetalum
  • Família:
  • Categoria: ,
  • Clima: , ,
  • Origem: , , ,
  • Altura: ,
  • Luminosidade: ,
  • Ciclo de Vida:

O Zygopetalum maculatum é uma orquídea natural, simpodial e epífita, originária do Peru, Bolívia e Brasil, incluindo os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia e Tocantins. Podemos encontrá-la em diversos biomas, como na Caatinga, Cerrado e Mata Atlântica. Ela prefere áreas planas, muito úmidas, cobertas de musgo, semipantanosas, em altitudes de até 2.250 metros. Também aparece em campos rupestres e ferruginosos, assim como áreas de floresta em Minas Gerais. O nome do gênero “Zygopetalum” é a latinização das palavras gregas Zygón = canga + pétalon = pétala, aludindo ao espesso calo na base do labelo que passa a impressão de puxar as peças florais. Já o nome da espécie “maculatum” significa manchado, devido as marcas nas pétalas e sépalas.

Foto de Julio Cesar Zanatta
Ela floresce na primavera e verão, despontando uma inflorescência do tipo rácemo, com 40 cm de comprimento, carregando de 8 a 12 flores. As flores medem de 4 a 8 cm de comprimento, são perfumadas e duram por cerca de 45 dias. Elas tem pétalas e sépalas verdes com manchas castanho-avermelhadas e labelo branco marcado com raias violetas. Apesar de essencialmente epífita, não é raro encontrar essa espécie vegetando como rupícola ou terrestre.

Tolera variações de temperatura entre 3 a 35º C, no entanto, se submetida a temperaturas muito altas por longos períodos, pode ocorrer a morte das gemas. Por outro lado, temperaturas muito baixas por períodos prolongados causam queda de folhas, apesar de que não possui dormência. Aprecia sombreamento de 70% (com luminosidade de cerda de 24.000 lux), umidade relativa do ar superior a 65% e boa ventilação. Em dias quentes devemos pulverizar as folhas com água para aumentar a umidade. Não tolera substrato seco por mais de 20 horas, pois é prejudicial à saúde das raízes e das folhas (as pontas secam e aparecem pontos secos). Requer muita água e prefere condições constantemente úmidas, mas não encharcadas, de forma que devemos permitir uma boa drenagem do substrato, mas sem secar totalmente. Em climas quentes e ensolarados, a orquídea deve ser bem regada, pois o metabolismo da planta acelera e isso consome água. Sem rega a água será retirada dos pseudobulbos e das folhas mais velhas e a planta irá murchar.

Que tal ganhar dinheiro fazendo o que mais ama?

Jardinagem e Paisagismo

Se você adora estar entre as plantas e sujar as mãos de terra como eu, pode transformar a sua vida agora mesmo através da profissionalização. Seja feliz hoje, não deixe para depois.

Foto de Julio Cesar Zanatta
Cultive em cachepôs do tipo caixeta, com substrato composto por partes iguais de casca de pinus (ou macadâmia) com turfa, argila expandida e musgo esfagno. Adube quinzenalmente para se evitar salinização. Uma sugestão de recomendação é fazer adubação foliar (primavera e verão) com uma solução de 2g (1 colher de café) de adubo NPK Peter’s 20-20-20 para cada litro de água. No substrato, podemos polvilhar mensalmente uma adubação orgânica do tipo AOSP (Viagra das plantas). No inverno é interessante ministrar um fertilizante com alto teor de fósforo (NPK 9-45-15).

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.