Sino-dourado – Forsythia x intermedia

O sino-dourado é um arbusto lenhoso, decíduo e muito florífero. Ele é um híbrido europeu, resultante do cruzamento entre duas espécies chinesas, a Forsythia suspensa e a F. viridissima. Seu porte é pequeno, alcançado de 1 a 3 metros de altura e até 5 metros de largura. A ramagem é ereta a arqueada, com múltiplos caules delgados. As folhas são opostas, glabras, elípticas a lanceoladas, simples ou trifoliadas e com bordos serrilhados. As flores surgem no início da primavera, em grupos de duas a seis, enchendo os ramos em todo seu comprimento, quando estes ainda estão despidos de folhas. Elas apresentam corola com quatro pétalas de cor amarelo ouro, afuniladas na base. O fruto é uma cápsula seca e marrom, contendo numerosas sementes aladas.

Este arbusto vigoroso, de crescimento rápido a moderado, torna-se um grande destaque no jardim, por ocasião de seu florescimento exuberante. O conjunto de flores e ramos dá a planta um aspecto de massa dourada. Além disso, sua folhagem adquire belas tonalidades amarelas e avermelhadas no outono. O sino-dourado é uma planta que muda a cada estação do ano, e nela podemos observar o ciclo da vida sempre em renovação. Pode ser utilizada isolada, como destaque em pequenos jardins ou pátios, mas seu efeito tem maior impacto em maciços e renques livres, ao longo de extensos jardins. Há muitas cultivares para diversas aplicações, entre estas podemos destacar: ‘Arnold Dwarf’, variedade anã, ‘Spectabilis’, rústica e florífera, ‘Fiesta’, de folhas variegadas de creme e ‘Spring Glory’, adaptada a climas mais quentes.

Deve ser cultivado sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil, bem drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado periodicamente. Planta própria para clima temperado e subtropical, aprecia o frio do inverno. As podas devem ser realizadas após o florescimento. O formato natural da planta é bonito, mas é possível lhe imprimir outra forma ou estimular o seu adensamento. As plantas velhas se beneficiam com podas de rejuvenescimento também. Por tolerar a meia-sombra, os sinos-dourados podem ser plantados em interiores, próximo a janelas, mas sua floração não será tão abundante quanto a das plantas que estarão ao ar livre. Multiplica-se por estaquia de ramos lenhosos e semi-lenhosos, alporquia e mergulhia, realizadas na primavera e verão.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.