Planta-mosaico – Fittonia albivenis

Compartilhe:

A planta-mosaico é uma espécie rasteira e herbácea, de folhagem decorativa e muito popular em terrários fechados, locais em que se adapta muito bem, por sua grande necessidade de umidade. Apresenta ramagem macia e pubescente, com folhas simples, ovaladas, opostas, de nervuras bem marcadas e contrastantes na cor branca, na espécie típica. Floresce ao final do verão, despontando espigas eretas, acima da folhagem, com flores pequenas que vão desabrochando aos poucos da base em direção ao topo e são protegidas por brácteas verdes. As flores tem pouca importância ornamental e muitos jardineiros costumam removê-las assim que aparecem. Atualmente há muitas cultivares de planta-mosaico disponíveis no mercado, com tamanhos variados, folhas pequenas e uma infinidade de combinação de tons de verde, vermelho, rosa e até amarelo. As folhas também podem ter margens lisas ou onduladas.

Planta-mosaico de nervuras vermelhas. Foto de Athene Rafie

Planta-mosaico de nervuras vermelhas. Foto de Athene Rafie

Esta bela folhagem é uma planta de interiores por excelência. Seu cultivo é relativamente fácil, para jardineiros com alguma experiência, sendo uma das plantas ideias para aqueles mais zelosos, que pecam por excesso de regas. Em vasos e cuias, preferencialmente amplos e baixos, o arranjo arredondado desta pequena e delicada folhagem ficam bem valorizados. Decore diversos ambientes da casa, evitando áreas com correntes de ar, sol direto e ar condicionado. É perfeita para terrários fechados, em composição com outras plantas, adicionando interesse ao conjunto por sua textura e cor peculiares. Em lugares com clima tropical úmido ou estufas, igualmente úmidas, a planta-mosaico também pode se prestar como forração para locais sombreados.

Deve ser cultivada sob luz difusa ou filtrada, em substrato humoso, porém drenável e mantido úmido, sem encharcar. Não exponha sua planta-mosaico ao sol direto, o que lhe provocará queimaduras nas folhas. Aprecia a temperatura amena e a umidade ambiental. Em locais de inverno frio, é importante resguardá-la de temperaturas abaixo de 15ºC. Já sob calor excessivo é preciso ter cuidado redobrado com as regas, que devem suprir as necessidades da planta, pois não tolera estiagem. Com a falta de água a planta colapsa, aparentando estar “desmaiada”, podendo ser revigorada submergindo o vaso em água, se não for tarde demais. Podem se fazer necessárias 2 a 3 pulverizações diárias em tempo seco. Folhas baixeiras amareladas podem indicar excesso de regas. Fertilize a cada 15 dias na primavera e verão, com fertilizantes diluídos próprios para folhagens. Estimule o adensamento da planta, fazendo o beliscamento (remoção dos brotos terminais) durante a fase de crescimento, e com podas de ponteiro no verão, para manutenção do formato. Multiplica-se por estaquia de ponteiro, que deve apresentar pelo menos dois nós, de onde surgirão as novas brotações. Corte as estacas na primavera e verão, e mantenha-as em substrato úmido até enraizarem, o que levará cerca de três semanas.

Compartilhe:

Alerta:

Planta tóxica se ingerida.

2 comentários sobre “Planta-mosaico – Fittonia albivenis
  1. Valter Leão disse:

    Fittonia

    Comprei meu primeiro vasco de fittonia, logo ma apaixonei, aí mais um é mais outro, tenho vários e de várias cores.

  2. Vera disse:

    Amo essa plantinha tenho varias

    Ja tem anos que tenho .
    Uma dica elas nao gosta do frio esse ano perdi um vaso em dias muito frio ate chorei ….

Conte-nos sobre sua experiência com esta espécie

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Publicado em Diretório de Plantas

Newsletter

Receba grátis as novidades
do Jardineiro.net no seu e-mail

Seja nosso fã

Visite o perfil de Jardineiro.net no Pinterest.