Papo-de-peru – Aristolochia gigantea

O papo-de-perú é uma trepadeira vigorosa e de flores nada convencionais. Ela apresenta caule volúvel, lenhoso e ramificado, com casca espessa e sulcada. Suas folhas são simples, verdes, glabras, de disposição alternada e formato de coração, com nervuras marcadas. As flores são axilares, solitárias, pendentes e enormes. Elas apresentam perianto delicado e membranáceo, de coloração vermelha-escura a amarronzada (cor de fígado) e um intrincado desenho branco. A parte interna do perianto é tubular, branco-esverdeado, como um “papo”. As flores do papo-de-peru têm aspecto e coloração estranhas, além disso exalam um odor fétido para atrair seus polinizadores, as moscas. O florescimento ocorre da primavera ao outono.

A floração bizarra do papo-de-peru é seu principal atrativo, no entanto sua folhagem é bastante densa e bonita também. Esta espécie tem rápido crescimento e é adequada para cobrir cercas, caramanchões, treliças, arcos e telas, entre outros suportes. O mau-cheiro de suas flores não é forte, portanto esse não deve ser o motivo para rejeitá-la no paisagismo. Também pode ser cultivada em vasos e jardineiras, desde que seja oferecido suporte.

Que tal ganhar dinheiro fazendo o que mais ama?

Jardinagem e Paisagismo

Se você adora estar entre as plantas e sujar as mãos de terra como eu, pode transformar a sua vida agora mesmo através da profissionalização. Seja feliz hoje, não deixe para depois.

Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia sombra, em solo fértil, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Planta tipicamente tropical, o papo-de-peru não tolera frio intenso ou geadas. Aprecia adubações mensais na primavera e verão. Rústica, é resistente a maioria das pragas e doenças, mas pode ser atacada por lagartas. Tolerante a podas, que devem ser realizadas no inverno. Multiplica-se por estaquia e facilmente por sementes.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Alerta:

Ela pode se tornar invasiva, devido a facilidade de propagação e é considerada planta tóxica.