Palmeira-triângulo – Dypsis Decaryi

A palmeira-triângulo é uma espécie de estipe único e crescimento lento a moderado, oriunda da Ilha de Madagascar. O que chama a atenção nesta espécie é a disposição das folhas na coroa da planta. Elas surgem agrupadas em três seções, de forma que ao corte transversal, tem-se um triângulo. As folhas são pinadas, eretas e arqueadas, de cor azul-acinzentada, e alcançam 2,5 metros de comprimento. O caule é cinzento, com cerca de 30 a 40 cm de diâmetro. A palmeira-triângulo alcança geralmente de 3 a 6 metros de altura em cultivo, mas em seu habitat pode chegar até 15 metros. No verão surgem as inflorescências, entre a base das folhas, com numerosas flores pequenas, de cor amarela. Os frutos que se seguem são drupas carnosas, ovóides, com polpa escassa e doce, e uma única e grande semente.

Ideal em plantios isolados, como destaque, ou em renques, formando belas alamedas de efeito tropical e imponente. Da mesma forma, pode compor conjuntos ou grupos com outras espécies. O aspecto diferenciado de sua coroa não passa desapercebido. É comum vê-la em grandes parques e praças nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo. Quando jovem, também pode ser plantada em vasos, adornando ambientes internos amplos e bem iluminados.

Deve ser cultivada sob meia sombra ou sol pleno, em solo fértil, bem drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Após bem estabelecida resiste muito bem à estiagem. É uma palmeira de difícil transplante, visto que seu sistema radicular é mais profundo e delicado. Tolera maresia e ventos, sendo uma boa espécie para cultivar em regiões costeiras. Resiste ao frio subtropical. Não cultive essa palmeira em solos pesados, argilosos ou com qualquer dificuldade de drenagem, visto que é muito suscetível ao apodrecimento. Não adubar em excesso, principalmente com fertilizantes orgânicos. Multiplica-se por sementes recém colhidas, de frutos maduros despolpados, e postas e germinar em substrato arenoso, mantido úmido. Germina em 1 a 3 meses.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

One comment on “Palmeira-triângulo – Dypsis Decaryi

  1. No momento só possuo 10 (dez) exemplares de P. Triangular, em vasos e que emergiram em meados de 2013 (atualmente com 1,50 m).
    Ainda nesta semana devo semear mais 45 frutos catados em 15/03/2016 (em fase de escarificação).
    Além destas possuo e trato de várias outras espécies de palmeiras, tais como: Açaí, Areca-bambu, Palmeira-bambu, Juçara, Leque, Paty-amargoso, Pupunha,Rabo-de-Peixe,Real(R. regia),Tamareira(Phoenix dactylifera), Veitia, etc.
    Ainda não tenho nenhum exemplar de Bismarchia, Laca e nem Rabo-de raposa .
    Destarte, despiciendo informar o valor que o Site Jardineiro representa pra mim, para minhas palmeirinhas e demais formas vegetativas que cultivo em propriedades de zona urbana ou rural.
    Sou eternamente grato pelas informações e admiro o carinho que a Senhora dedica ao citado site.
    Nota para Dypsis decaryi 9 (nove) ou quatro estrelas e meia.
    Sem outro particular.
    Ronaldo

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.