Orquídea-grapete – Spathoglottis unguiculata

A orquídea-grapete é uma planta terrestre, herbácea e ornamental, reconhecida por suas flores, que possuem característico aroma de uva. Apresenta pseudobulbos pequenos, de onde surgem quatro folhas grandes, plissadas, estreitas, com cor verde vibrante e cerca de 30 cm de comprimento. Apesar do crescimento simpodial, seu aspecto geral é entouceirado, devido ao curto rizoma. Pode florescer em qualquer época do ano, despontando acima da folhagem belas inflorescências racemosas, densas e eretas, que vão abrindo as flores da base em direção ao ápice. As flores são roxas, com o labelo franjado e amarelo, e possuem cerca de 4 cm de diâmetro, além de um delicioso aroma que remete a uvas. A floração se estende por 30 a 45 dias. Se polinizadas produzem frutos alongados e verdes, com nervuras longitudinais marcadas e numerosas sementes diminutas.

Por ser terrestre, é comum cultivar a orquídea-grapete diretamente em canteiros adubados, fazendo às vezes de forração, ou como florífera perene em maciços ou bordaduras, em locais semi-sombreados ou até mesmo ensolarados. Apesar das florações sucessivas e duráveis, o efeito decorativo da folhagem de textura grossa predomina sobre as flores. Uma boa ideia é combinar esta orquídea com plantas de flores amarelas, para um belo efeito de cores complementares. Também pode ser plantada em vasos ou jardineiras, e assim adornar pátios e varandas. Se conduzida em interiores há que se ter cuidado de colocá-la em local bem ventilado e iluminado, com sombreamento de até 50%. Orquídeas-grapete que são bem cuidadas e resguardadas do frio, podem florescer sucessivamente.

Que tal ganhar dinheiro fazendo o que mais ama?

Jardinagem e Paisagismo

Se você adora estar entre as plantas e sujar as mãos de terra como eu, pode transformar a sua vida agora mesmo através da profissionalização. Seja feliz hoje, não deixe para depois.

Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia sombra, em solo fértil, profundo, bem drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado com frequência. Não resiste ao encharcamento, portanto evite regar em demasiado e não utilize pratos sob o vaso com a planta. Prefere clima quente e úmido, e não tolera o frio intenso. O ideal é cultivá-la em clima com médias superiores a 20°C. Multiplica-se por divisão das touceiras, de forma que cada nova muda seja uma planta completa, com folhas e raízes sadias, além de uma guia de crescimento (jovem pseudobulbo em formação). Também pode ser propagada por sementes ou meristema.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.