Orgulho-da-madeira – Echium candicans

O orgulho-da-madeira é uma planta arbustíva, semi-lenhosa e florífera, nativa da Ilha da Madeira, no complexo de ilhas da Macaronésia, e conhecida em diversas regiões do mundo por suas qualidades paisagísticas. Apresenta caule ramificado e híspido (recoberto de pelos duros e espessos), e folhas lanceoladas, acuminadas, ásperas e de cor verde acinzentada, dispostas em roseta em torno dos ramos. Floresce a partir do segundo ano, no final da primavera e verão, despontando longas inflorescências acima da folhagem.  A inflorescência é uma espiga densa e com formato cônico a fusiforme. As flores pequenas são de cor azul ou roxa, com longos estames avermelhados. Elas são avidamente visitadas por borboletas e abelhas.

O orgulho-da-madeira apresenta rápido crescimento e é muito rústica, dispensando manutenção. Ela tem o formato arrendondado e pode ser plantada isolada ou em grupos, renques e conjuntos com outras plantas; sendo especialmente indicada para regiões litorâneas e jardins rochosos. Plante-a em bordaduras informais ao longo de caminhos com outras plantas de flores azuladas, como agapantos ou lavandas, ou complementarmente amarelas, como triális, hemerocális e bulbines. Apesar de perene,  após cerca de dois anos, ela perde em vigor e beleza e muitas vezes necessita replantio.

Deve ser cultivada sob sol pleno, vegetando em qualquer tipo de solo, preferencialmente rochoso ou arenoso. Necessita pouca ou nenhuma irrigação, que se restringe aos primeiros meses desde o plantio. É resistente à estiagem, solos pobres, ventos e à salinidade das áreas próximas ao mar. Sua fraqueza é o frio intenso, de forma que em regiões sujeitas a geadas ou neves, o arbusto pede alguma proteção. Multiplica-se por sementes e estaquia dos ramos.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Alerta:

Pode se tornar uma planta invasora em determinadas situações. Use luvas e e tenha cuidado ao manusear a planta, pois ela pode provocar irritações na pele. Planta tóxica: Mantenha fora do alcance de crianças pequenas e filhotes de cães e gatos.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.