Íris-da-praia – Neomarica candida

A íris-da-praia é uma planta rizomatosa, herbácea, de folhagem e florescimento decorativos. Dos fortes rizoma saem folhas de cor verde-brilhante, glabras, laminares, em disposição de leque. Com o tempo, a planta vai adquirindo um aspecto cheio e entouceirado. Na primavera e verão, despontam hastes eretas e altas, que surgem do meio da folhagem e sustentam as delicadas flores. Cada flor da íris-da-praia tem três sépalas brancas, horizontais, com rajados de marrom na base e três pélatas azuis, recurvadas, elevadas e também rajadas. Por estas pétalas diferenciadas, muitas pessoas confundem a íris-da-praia com orquídeas. As flores são efêmeras, durando apenas um dia. Após a floração, as hastes florais pendem e podem tocar o solo, enraizando e formando novas mudas. Por este motivo a planta recebe o nome de Íris-caminhante também.

No paisagismo a íris-da-praia é uma opção recorrente, visto que é rústica, exigindo pouca ou nenhuma manutenção, além de ser perene e acima de tudo muito ornamental. Mesmo quando está sem flores, suas folhas brilhantes e a textura cheia cumprem bem o seu papel, embelezando o jardim. Assim ela pode ser utilizada em maciços e bordaduras, preferencialmente sob meia-sombra. Também pode ser plantada em vasos e jardineiras.

Que tal ganhar dinheiro fazendo o que mais ama?

Jardinagem e Paisagismo

Se você adora estar entre as plantas e sujar as mãos de terra como eu, pode transformar a sua vida agora mesmo através da profissionalização. Seja feliz hoje, não deixe para depois.

Deve ser cultivada sob sol pleno, meia sombra ou sombra clara, em solo fértil, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Floresce melhor quando recebe luz solar direta ao menos algumas horas por dia. Aprecia a umidade tropical. Resiste ao frio e geadas. Tolerante à salinidade e ventos litorâneos. Por ocasião do plantio, deve evitar enterrar demais os rizomas, pois assim eles tendem a adoecer e produzem menos flores. Multiplica-se por divisão dos rizomas, das touceiras, por separação das mudas que se formam nas hastes florais ou por sementes.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.