Íris-amarelo – Iris pseudacorus

O íris-amarelo é uma planta herbácea, rizomatosa, entouceirada, conhecida por ser umas das raras espécies de íris com flores amarelas. Ele atinge em média 1,2 metros de altura, e apresenta folhas glabras, longas e planas, como espadas, de coloração verde-acinzentada. Estas folhas partem do rizoma, de medula rosada, e deixam marcas semelhantes a escamas. As inflorescências surgem no verão, com cerca de três a quatro flores, sustentadas em longas hastes cilíndricas. As flores são típicas do gênero Iris, com três sépalas caídas e três pétalas eretas. Cada pétala e sépala são de uma coloração amarelo-ouro, com veias amarronzadas ou violáceas. Ocorrem ainda variedades de flores cor creme-pálido, de folhas variegadas de amarelo, e de porte gigante, ultrapassando 2 metros de altura.

O íris-amarelo é muito vistoso e pode ser utilizado em maciços e bordaduras. Ele é adequado para locais permanentemente úmidos, como ambientes palustres na beira de lagos, rios e áreas baixas do terreno, onde além de embelezar, oferece abrigo à vida aquática e controla a erosão e o assoreamento. Também pode ser plantado em solos drenáveis, mas neste caso é melhor que seja irrigado regularmente e que permaneça à meia-sombra. Ainda assim, nestas condições ele crescerá e florescerá menos do que se estivesse próximo à água. Também pode ser plantado em vasos e jardineiras.

Deve ser cultivado sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil, rico em matéria orgânica e mantido constantemente úmido. O íris-amarelo é uma planta muito rústica, sendo capaz de tolerar solos ácidos, salinos e anóxicos, submersão completa e até mesmo curtos períodos de seca. Em invernos rigorosos, ele pode perder as folhas, o que é normal, na primavera elas voltam a brotar com força. Prefere o clima temperado ao tropical. Multiplica-se por sementes e por divisão das touceiras e rizomas.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Alerta:

Esta espécie pode se tornar invasiva em determinadas situações.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

  • Maria da Paz

    Oi, então apareceu na varanda do quarto da minha filha, sem termos plantado.
    Provável, veio no barro que compramos a jardineira. O que impressiona é que Sol é muito forte! E ela está ali, outra coisa sua flor dura apenas um dia e logo sai outro botão!