Hemerocale – Hemerocallis x hybrida

Seu nome atual origina-se do grego hemero = dia e kallos = beleza, referindo-se a uma de suas importantes características: cada flor dura apenas um dia. É uma das plantas preferidas para cultivo em jardim, pois além de ser muito fácil de cultivar possui a exuberância das plantas mais aristocráticas.

As folhas originam-se da base, são lineares e estreitas, com a nervura central bem marcada. A inflorescência surge de um longo escapo floral e contém de duas a cinco flores cada. As flores tem três sépalas e três pétalas e parecem com os lírios verdadeiros (da família Liliaceae). Elas são amarelas na espécie H. flava e alaranjadas na H. fulva. Nos híbridos (H. x hybrida) diversas cores já foram ser produzidas, com exceção do branco puro e do azul. A floração é influenciada pela variedade hortícola, mas em geral ocorre nos meses mais quentes em climas subtropicais e temperados e durante o ano todo em regiões tropicais.

Apresenta grande versatilidade e rusticidade no paisagismo, sendo uma excelente bordadura pelo efeito marcante de suas folhas, da mesma forma destaca-se em maciços ou grupos. É a flor eleita para jardins de pouca manutenção, como em condomínios e jardins públicos. No Oriente, sua utilização vai além do paisagismo, enriquecendo a culinária e a medicina popular.

Devem ser cultivados em solos férteis, adubados com matéria orgânica e irrigados periodicamente. Não tolera terrenos encharcados. Algumas variedades apreciam o frio, outras apresentam boa tolerância. Multiplicam-se pela divisão das touceiras, formando mudas com folhas e rizomas bem formados. As folhas devem ser cortadas pela metade durante o plantio.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.