Dipladênia – Mandevilla splendens

A dipladênia é uma trepadeira semilenhosa e volúvel, conhecida internacionalmente por sua belíssima floração. Ela apresenta folhas perenes, coriáceas, elípticas a lanceoladas, com nervuras bem marcadas e de coloração verde-escura. Sua floração é mais intensa na primavera e verão, mas pode se estender por todo ano em regiões de clima quente.

Nas inflorescências, em pequenos rácemos, despontam as belas e chamativas flores em forma de trombeta, enormes em algumas variedades, chegando a 10 centímetros de diâmetro. As flores da dipladênia geralmente são simples e de coloração rósea com o centro amarelo, mas podem ser dobradas e totalmente rosas, vermelhas ou brancas.

O sucesso da dipladênia no paisagismo é indiscutível. Ela é muito rústica e precoce, florescendo desde jovem. Devido à característica de não adensar muito sua folhagem, é adequada para cobrir suportes leves ou estruturados como caramanchões, grades, treliças, arcos, cercas e colunas, entre outros. Seu porte é médio, podendo alcançar cerca de 2 a 3 metros de altura. Também pode ser cultivada em vasos grandes e jardineiras, desde que lhe seja oferecido suporte. Seu perfume é bastante peculiar e lembra o aroma de chiclete tutti-frutti.

Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado moderadamente. Não tolera encharcamento, frio intenso ou geadas. Pode ser cultivada no litoral, tolerando a salinidade do solo. Fertilizações mensais, ricas em fósforo, nos meses quentes estimula intensas florações. É tolerante a podas, que devem ser efetuadas preferencialmente no inverno. Multiplica-se por sementes e por estaquia dos ramos semi-lenhosos.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Alerta:

A seiva leitosa da dipladênia é tóxica e pode provocar queimaduras na pele e mucosas.

6 comments on “Dipladênia – Mandevilla splendens

  1. Hoje de manhá um senhor me falo? seu jardim é o mais lindo da cidade. Olhando para a minha parede revestida de DIPLADENIAS DE TODAS AS CORES. Amo, amo,amo.

  2. Me apaixonei por essa flor comprei uma vermelha, rosa e branca. Estou pesquisando como cultivar para mantê-las bonitas e saudáveis.

  3. Pela segunda vez ganho uma muda de dipladênia. Da primeira vez creio que a matei com tanta água. Agora pretendo seguir direitinho todas as informações recebidas. Achava que ela gostava de água…Espero ter sucesso desta vez. Ela é muito linda!!! Amoooooo!

  4. Bom dia. Há cerca de um mês, comprei alguns vasos de Mandevilla vermelha e os coloquei numa jardineira sob uma janela. Só que agora, alguns brotos e folhas estão caindo demais, sendo que algumas folhas estão amarelando (sem manchas escuras). O que poderá estar acontecendo?

  5. Luiz A. Zambonato, pode plantá-la em região fria como serra gaúcha sim! Tenho Mandevillas rosas e amarelas muito viçosas no meu jardim em Dois Irmãos, na Serra Gaúcha, e elas florescem quase o ano todo, abundantemente. Na amarela, que já cresce há mais de 8 anos, contei neste verão mais de 160 flores ao mesmo tempo (e as flores são grandes, quase 9cm de diâmetro). Cuidado, contudo, pois nas condições certas, como no meu jardim, por exemplo, a minha dipladênia se mostra extremamente vigorosa e precisa ser podada algumas vezes ao ano para não extravasar seus limites e invadir outras áreas do jardim.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.