Camedórea-elegante – Chamaedorea elegans

A camedórea-elegante é uma palmeira de pequeno porte, dióca e livre de espinhos, originária do México e Guatemala e que faz um enorme sucesso como planta ornamental, principalmente em interiores, por seu apelo tropical e facilidade de cultivo. Apesar de parecer o contrário, esta palmeira é de estipe (caule) único, sendo comumente plantada em grupos de três ou mais indivíduos. O estipe é cilíndrico, delgado e anelado por cicatrizes formadas pela queda das folhas. As folhas são pinadas, brilhantes e densamente arranjadas no topo da planta. A inflorescência surge na primavera e verao e é do tipo rácemo, com diminutas flores amarelas, e de pouca importância ornamental. Os frutos são do tipo baga, pequenos, de cor preta e esféricos.

Inflorescência da Camedórea-elegante Foto de Forest & Kim Starr
Inflorescência da Camedórea-elegante Foto de Forest & Kim Starr
Esta palmeirinha charmosa pode ser utilizada na decoração de interiores bem iluminados e não demasiadamente secos. Ela é frequente em escritórios, shoppings, salas de estar, etc. De crescimento moderado, tem baixa manutenção e acrescenta invariavelmente um toque tropical aos ambientes. É cultivada geralmente em densos grupos, em arranjos de mesa ou de canto, e muito comum em mini jardins e terrários. Também pode ser conduzida isolada, em maciços ou bordaduras no jardim, pátios ou varandas, plantada em vasos ou diretamente no solo, mas sempre protegida do sol. É ideal para jardins pequenos, ou para áreas que necessitem de uma escala reduzida, devido ao seu porte.

Deve ser cultivada sob meia-sombra ou luz difusa, em substrato rico em matéria orgânica, drenável e irrigado com frequência. A incidência direta do sol provocará queimaduras nas folhas. Aprecia o calor e a umidade ambientais, assim, evitar ambientes com correntes de ar ou com ar condicionado, embora possa sobreviver bastante tempo nestas áreas. Em locais de clima temperado, convém proteger a planta do frio em ambientes internos, durante os meses de outono e inverno. O substrato para camedórea-elegante deve ser mantido úmido, sem secar totalmente entre as regas. Folhas amareladas ou com pontas secas evidenciam a carência de umidade. Em dias nublados ou chuvosos, podemos aproveitar para lavar a planta com mangueira no quintal, e assim remover o pó que eventualmente tenha se acumulado sobre as folhas. Fertilize mensalmente nos meses quentes, com adubos próprios para palmeiras. Apesar de resistir bem ao enovelamento de raízes muito crescidas, é interessante transplantá-la para uma vaso maior a cada dois ou três anos. Multiplica-se por sementes, despolpadas e recém colhidas, postas a germinar em uma mistura de areia e terra vegetal, mantida úmida.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

6 comments on “Camedórea-elegante – Chamaedorea elegans

  1. Hoje, comprei as minhas primeiras plantas, e a Chameadorea elegans foi uma das escolhidas por ser de aparência muito elegante – como sugere o nome – e também por ser cultivada em interiores; esta fica em meu escritório.

  2. Eu comprei uma muda de Chamaedora em uma feira, em casa a coloquei em outro vaso um pouco maior e deixei na varanda. Ela não gostou e depois de alguns dias ficou com as pontas amarronzadas. Parece que ta morrendo…

  3. Achei aqui a informação que procurava sobre como germinar as sementes da minha Camedórea-bambu. Vou experimentar e depois posto o resultado.

  4. Eu tenho uma e amo ela , eu ganhei em uma aniversario que fui de safari achei.muito legal a ideia ja fas um ano coloquei ela em um vaso grande e esta em minha sala ????

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *