Calicarpa-chinesa – Callicarpa nudiflora

A calicarpa é um arbusto ou arvoreta, perenifólio, muito florífero e ornamental, originário da China. Apresenta ramagem aberta e ramificada, com longos galhos tomentosos quando jovem, pontuações lenticeladas e tronco de cor parda com leve escamação. Suas folhas são simples, de formato oval-elíptico a lanceoladas, com a face abaxial (inferior) de cor cinza-amarronzada, tomentosa, e a face adaxial (superior), de cor verde-escura e glabra, com venações bem marcadas. Floresce de meados do verão ao meio do outono, despontando inflorescências densas e tomentosas, carregadas de numerosas florzinhas liláses. O frutos surgem no outono e inverno e são globosos, de cor rosa-claro, com pequenas sementes esverdeadas. Revoadas de diferentes espécies de passarinhos, como sabiás, saíras, sanhaços, bem-te-vis, guaracavas, pica-paus, pombas e tuins, entre outros, aparecem para se deliciar com os pequenos frutos da calicarpa.

No paisagismo é geralmente utilizada como arbusto informal, aproveitando-se da beleza ornamental de flores e frutinhos persistentes. Assim pode formar renques e maciços, como também pode ser plantada isolada. Se receber podas de formação continuamente, removendo-se os ramos baixeiros, ela se torna uma graciosa arvoreta, para adornar passeios, calçamentos, praças, e no canteiro central de avenidas. Por atrair e alimentar passarinhos e insetos polinizadores, ela é indicada para composições que tem por objetivo a preservação da fauna silvestre e a formação de pastagem apícola. Floresce e frutifica precocemente.

Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia sombra, em solos férteis e bem drenáveis, enriquecidos com matéria orgânica e irrigados regularmente no primeiro ano de implantação. Prefere o clima ameno, adaptando-se melhor ao sul e sudeste do Brasil. Resiste a geadas, desde que não muito intensas. Multiplica-se por sementes, que levam cerca de um a três meses para germinar. Para uma grande produção de frutos, a calicarpa requer polinização cruzada, portanto é interessante ter mais de uma planta com genótipo diferente no mesmo local. Também pode ser propagada por estacas semilenhosas ou lenhosas jovens (da última estação de crescimento).

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Medicinal:

  • Indicações: Hemorragias gastro-intestinais, tuberculose, infecções respiratórias, hemoptise, amigdalites, pneumonia, bronquite e feridas.
  • Propriedades: Cicatrizante, anti-hemorrágico.
  • Partes Utilizadas: Folhas

Alerta:

Por propagar-se com facilidade, pode se tornar invasiva em algumas situações.