Calêndula – Calendula officinalis

De dupla funcionalidade, a calêndula, além de ornamental, tem usos medicinais e culinários. É uma planta herbácea e anual, com caule pilosos e folhas macias e aveludadas. Ela pode atingir até 50 cm de altura e apresenta caules ramificados com duas hastes principais. As folhas inferiores são espatuladas e as caulinares são lanceoladas e alternadas. Suas inflorescências são do tipo capítulo, com flores de cor amarela ou laranja, perfumadas, semelhantes as de margaridas. No jardim, podem compor maciços e bordaduras e embelezar vasos e jardineiras. Também é cultivada como flor de corte. As flores são comestíveis e ideais para colorir saladas e pratos frescos.

Devem ser cultivadas a pleno sol, em solo composto de terra de jardim e terra vegetal, com regas regulares. Tolerante ao frio. Apesar de perene, perde a beleza com o tempo, necessitando replantio e reforma anual dos canteiros. Multiplica-se por sementes.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Medicinal:

  • Indicações: infecções, cólicas menstruais, varizes, verrugas, vômitos, acne
  • Propriedades: cicatrizante, antisséptico, sudorífico, analgésico, colagogo, antinflamatório, antiviral, antiemético, vasodilatador, tonificante da pele.
  • Partes Utilizadas: flores, folhas

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *