Cabeleira-de-velho – Euphorbia leucocephala

 Euphorbia leucocephala, Cabeça-branca, Cabeleireiro-de-velho, Flor-de-criança, Leiteiro, Neve-da-montanha

Foto: Scott

A cabeleira-de-velho é um arbusto semi-lenhoso e lactescente (de seiva leitosa) muito ornamental. Apresenta caule bastante ramificado e de casca marrom claro a acinzentado. Sua copa é arredondada e compacta e seu porte é pequeno, atingindo de 2 a 3 metros de altura. Suas folhas são elípticas, verdes e decíduas. As inflorescências do tipo umbela, surgem no outono e inverno. Elas são constituídas por pequenas flores brancas em forma de estrela circundadas por brácteas vistosas, de coloração branco-creme.

É uma planta fantástica, de baixa-manutenção, que perde suas folhas no outono-inverno e floresce abundantemente, ficando completamente branca. No paisagismo, ela pode ser valorizada através do plantio isolado, em grupos e até mesmo como cerca viva informal. As podas, quando bem conduzidas, deixam a planta com aspecto ainda mais compacto e bonito. Apesar de arbustiva, a cabeleira-de-velho pode ser conduzida como arvoreta, através de podas de formação. Curiosamente, a iluminação artificial à noite, pode inibir ou atrasar o florescimento da planta. Seu plantio deve ser evitado em áreas de circulação de crianças e animais domésticos pois é tóxica.

Deve ser cultivada sob sol pleno, em solo fértil, muito bem drenado, enriquecido com matéria orgânica e irrigado periodicamente. É tolerante a períodos de estiagem e situações de meia-sombra, mas floresce menos nestas condições. Aprecia adubações bimestrais nos meses quentes do ano. Também aprecia o frio subtropical, apresentando florações mais intensas. As podas devem ser realizadas após o florescimento e com moderação, sendo que não se deve podar mais que 1/3 da planta. Tome o cuidado de utilizar luvas durante o manejo da planta, pois sua seiva tóxica pode irritar a pele. Multiplica-se por sementes e por estacas.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

2 comments on “Cabeleira-de-velho – Euphorbia leucocephala

  1. Tenho esta planta no jardim de minha casa e gosto muito de sua floração que é muito bela e encanta. A abundância de suas flores brancas faz jus ao seu nome popular, Cabeleira-de-velho.
    Após a floração sou presenteado com uma quantidade enorme de mudas geradas no seu entorno pela natureza e das quais retiro algumas e tenho tido sucesso na reprodução. Assim vou difundindo esta pela planta arbustiva.

  2. sempre procuro fazer minhas mudas após a poda, mas elas nunca vingam, e quando ganhei a minha muda, a dona da casa foi no pé florido e me deu umas duas galhas retiradas ao acaso e quando plantei no vaso todas pegaram, agora estou na duvida qual a época correta para retirar as estacas se na epoca da poda ou assim que floririem , tem alguma maneira mais certa para fazer isto, tenho muitas encomendas de mudas, por favor pode me orientar?

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.