Bela-manhã – Convolvulus tricolor

 Convolvulus tricolor, Chuchas, Glória-da-manhã-anã

Foto: MrSpode

A bela-manhã é uma planta herbácea, ereta e florífera, de pequeno porte. Não chega a ser uma trepadeira, como as ipoméias, suas parentas, parece mais um pequeno arbusto e não ultrapassa 45 cm de altura, mas pode se enovelar sobre si mesma ou sobre outras plantas. Seu caule é pubescente, avermelhado, ramificado, com folhas verdes, simples, ovais a elípticas, com margens inteiras e lisas. A flores apresentam forma de funil, em diferentes tonalidades de branco, rosa, roxo e azul, com um halo interno branco e o centro amarelo. Os frutos são do tipo cápsula.

Apesar da aparente simplicidade desta flor, ela é capaz de efeitos de destaque no jardim. Versátil e rústica, com ela podemos formar maciços e bordaduras vistosos, além disso, ela é ideal para cestas suspensas, assim como treliças pequenas em vasos e jardineiras. Desta forma ela pode adornar varandas, pátios, sacadas e tantos outros espaços. Por ser tolerante a curtos períodos de estiagem, também é indicada para jardins rochosos.

Deve ser cultivada sob sol pleno, em solo fértil, bem drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Com o tempo vai perdendo a beleza, até secar por completo, não sem antes produzir muitas sementes. Requer reforma anual dos canteiros. Multiplica-se facilmente por sementes, postas a germinar no final do inverno (em estufa) ou no início da primavera.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.