Babiana – Babiana stricta

A babiana é uma planta bulbosa, de textura herbácea, que encanta a todos com suas flores azuladas e delicadamente perfumadas. Suas folhas têm forma de espada, são eretas, plissadas, pubescentes, entouceiradas e alcançam de 20 a 30 centímetros de altura. Elas crescem no meio do inverno e permanecem até o verão, quando amarelecem, secam e caem. As flores surgem na primavera, em inflorescências elevadas acima da folhagem, por longas hastes. Elas são simples, com seis pétalas cada, em diversos tons de azul, roxo, rosa, amarelo, vermelho e branco, de acordo com a cultivar.

No jardim, esta florífera perfumada é excelente para a formação de maciços e bordaduras. Assim como outras bulbosas, ela confere sofisticação e charme à paisagem. Os canteiros são de média manutenção, exigindo apenas regas e fertilizações durante o crescimento e floração, além de renovação a cada dois anos. A babiana é conhecida também como flor-de-babuíno, Baboon flower em inglês, pois em seu habitat, elas têm seus bulbos desenterrados e comidos por estes primatas. Existem muitas cultivares e híbridos de babianas, em diversas cores e tamanhos diferentes. Também pode ser plantada em vasos e jardineiras.

Que tal ganhar dinheiro fazendo o que mais ama?

Jardinagem e Paisagismo

Se você adora estar entre as plantas e sujar as mãos de terra como eu, pode transformar a sua vida agora mesmo através da profissionalização. Seja feliz hoje, não deixe para depois.

Deve ser cultivada sob sol pleno, em solo fértil, preferencialmente arenoso, bem drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. A babiana aprecia o clima subtropical, com estações marcadas, mas inverno não muito rigoroso. Quando a planta inicia o amarelamento das folhas, as regas devem ser suspensas e retomadas no período de crescimento, ou seja, no meio do inverno. Pode-se deixá-los a descansar na terra ou removê-los para guardar em local seco e fresco. Plantar com espaçamento de 8 centímetros entre bulbos. Multiplica-se por sementes e divisão dos bulbos menores formados entorno do bulbo mãe.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.