Sua dose diária de jardinagem no whatsapp - 100% Grátis Participar do Grupo

Almeirão-roxo

Lactuca canadensis

Marilua Feitoza

Atualizado em

Inflorescências do Almeirão-roxo, foto de Marilua Feitoza

O almeirão-roxo é uma herbácea anual, ereta, vigorosa, lactescente, de caule ramificado e folioso. Pode alcançar facilmente os dois metros de altura se cultivado em sol pleno. Suas folhas, quase prateadas e com nervuras arroxeadas, são pontiagudas.As flores, de cor amarelo-claro, são dispostas em panículas amplas terminais, e lembram as flores da alface e do dente de leão (em uma coloração mais discreta).

Quando as flores se fecham, em pouco tempo geram “pompons” repletos de sementes pretas (aquênios com papilhos) – que vão semear tudo ao redor levadas pelo vento. Por essa facilidade de propagação, a planta também pode ser considerada como invasiva em algumas situações. Ela se propaga rapidamente em jardins, vasos, frestas de calçadas, quinas, hortas, pomares, e por aí vai.

É uma planta anual, e como tal cresce, floresce, semeia e encerra seu ciclo em até um ano. É uma hortaliça que você não terá trabalho algum em cuidar, mesmo em épocas de seca. Sua propagação é exclusivamente por sementes. Para plantar as sementes basta cobri-las com uma fina camada de terra direto no canteiro ou vaso e manter o solo úmido até a germinação se completar. Sem nenhum mistério.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Diferentes tipos de folhas. Foto de Marilua Feitoza

Parente da alface, da escarola e dos almeirões, esta planta é muito cultivada em hortas domésticas em quase todo país. No Sul e Sudeste ela é considerada subespontânea. E nasce sobretudo, nas estações mais amenas, outono e inverno. Basta chegar o frio que os almeirões selvagens começam a despontar no quintal, trazendo cor e beleza ao jardim.

Existem variedades diferentes: a da folha lisa, a da folha recortada e da folha sem veios arroxeados: todas nascendo espontâneas por aí. Não tenha “pena” de comer as folhas do seu almeirão. Comece colhendo as folhas de baixo e a planta crescerá igual a um pé de couve. Você pode fazer várias colheitas em um mesmo pé de almeirão-roxo.
Quando digo que o almeirão roxo nasce no mato, pouca gente acredita de tão linda que ela é. Além de linda, é ornamental, espontânea, medicinal e alimentícia.

Muito saborosa e versátil na cozinha, as suas folhas podem ser consumidas cruas ou refogadas. Ainda sim ela é desconhecida pela maioria da população, portanto, é uma PANC (planta alimentícia não convencional). E felizmente, aqui no Brasil, algumas regiões já comercializam essa verdura saborosa em feiras agroecológicas.

Particularmente, prefiro comê-las cruas na salada e no vinagrete. Mas as como também na farofa, no caldo verde, na sopa  e em refogados. Mesmo esta hortaliça sendo levemente amarga, alguns não suportam nenhum tipo de amargor na comida. Nesse caso, basta cortar as folhas em fatias e deixá-las por alguns minutos de molho na água para retirar a seiva. Porém, ao fazer isso, você perderá parte dos princípios medicinais da planta, que é conhecida na medicina popular por proteger o fígado e auxiliar na digestão. Combate afecções do fígado, baço, vesícula e rins. Já diz o ditado popular: toda verdura amarga protege o fígado.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Foto de Marilua Feitoza

Os talos florais jovens também são comestíveis. Na verdade, a planta toda é comestível. A raiz, antes da floração, pode ser colhida, picada com uma faca afiada, seca ao sol, e usada para fazer chá. Suas raízes têm uma forte história no continente europeu. Depois de secas e torradas, já substituíram o café na Europa de antigamente. E hoje, esse tipo de preparo virou iguaria. Fico pensando nos produtores de hortaliças convencionais no Brasil com “problemas de infestação” de almeirão-roxo na propriedade. Colhe tudo, torra a raízes e lança um “café gourmet” de Lactuca canadensis. Eu compraria para experimentar.

Ah…mas não vai sair arrancando a planta pela raiz para torrar tudo. A não ser que você tenha uma infestação de almeirão-roxo no seu jardim, deixa a planta ali quietinha, para florescer, semear e cumprir a sua missão de espalhar pelo mundo seus descendentes. E se após a semeadura surgirem muitas mudinhas, você pode doá-las para os amigos, vizinhos, para hortas comunitárias, para grupos de hortelões urbanos. Almeirão-roxo na horta é sinal de hortaliça fresca, livre de veneno, medicinal, nutritiva e de graça. Pense nisso.


Já pensou em abrir a porta de casa e dar de cara com um jardim espetacular que parece ter saído diretamente de uma revista? Seja sincero, quem não queria?

E aí, já tá imaginando o upgrade que seu jardim vai ganhar? Cada vez que você botar a mão na terra e ver o resultado crescendo e florindo, vai sentir aquela satisfação de "puxa, eu que fiz!". "101 Técnicas de Jardinagem Explicadas" não é só um livro, é tipo um melhor amigo pra quem ama plantar e cuidar.

Bom, com o eBook 101 Técnicas de Jardinagem Explicadas, esse desejo pode virar realidade, e acredite, mais fácil do que você imagina. Tá começando do zero ou já tem a mão meio verde? Não importa! Este guia foi feito pensando em todo mundo. Aqui dentro, você vai achar mais de 600 páginas cheias de ilustrações que falam por si só, com instruções detalhadas que vão desde o básico até o avançado. Já pensou em quanta coisa nova você vai aprender e aplicar aí no seu cantinho verde?

Quer ter a alegria de comer frutas que você mesmo plantou? Ou que tal ver flores que mais ninguém tem, colorindo seu jardim e perfumando sua casa? Pois é, esse eBook entrega isso e muito mais. Bora dar esse passo e transformar seu espaço ao ar livre num verdadeiro oásis particular? Pega seu exemplar agora e vamos nessa jornada juntos! E aí, preparado pra ver seu jardim virar capa de revista?

Oferta por tempo limitado!

DE R$ 59,90 POR APENAS

R$ 19,90 à vista