Almeirão – Cichorium intybus

O almeirão é uma planta herbácea de seiva leitosa, cultivada como hortaliça e que também é comumente chamada de chicória. É uma espécie que sofreu intenso melhoramento genético, disponibilizando atualmente plantas com folhas abertas, de cabeça (folhas justapostas e fechadas) e plantas de raiz mais engrossada. As principais variedades são “Catalonha”, “Pão-de-açúcar”, “Radiche (Folha larga)”, “Palla Rossa”, “Madnesburgo (de raiz)” e “Spadona”.

Apresenta folhas alongadas, largas ou estreitas, mais ou menos pubescentes, de coloração verde ou arroxeada de acordo com a variedade. Sua raiz é tuberosa, pivotante e armazena grandes quantidades do carboidrato inulina, de importantes aplicações na indústria farmacêutica e de alimentos dietéticos. As inflorescências em capítulo, azuis ou arroxeadas, surgem de uma longa haste ramificada, com folhas reduzidas.

Com as folhas do almeirão podem ser preparadas ricas saladas cruas, e saborosos refogados, acompanhando legumes, cereais ou carnes. Seu sabor é amargo e seu valor nutricional é superior à alface, sendo mais rico em vitaminas, minerais e fibras. As raízes prestam-se para a extração industrial de inulina; e para a produção de um substituto do café, após sofrerem secagem, torrefação e moagem. As flores do almeirão também são comestíveis e podem adornar saladas com efeito surpreendente. É plantado para fins ornamentais, principalmente na Europa, devido às belas flores, que acrescentam um efeito campestre em maciços ou em conjuntos com outras flores.

Deve ser cultivado sob sol pleno, em solo fértil, bem drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Tolera o frio e o calor. O solo deve estar bem preparado na ocasião do plantio. Os canteiros devem ser calados, adubados e elevados cerca de 15 cm nas variedades “de folha” e 22 cm nas variedades “de raiz”.

Não necessita a preparação de mudas em bandejas. Multiplica-se por sementes diretamente no local definitivo. O desbaste deve ser realizado quando as plantas atingirem 10 cm, deixando uma planta a cada 15 cm. A colheita inicia-se em 80 dias no verão e 100 dias no inverno. Apesar de perene é cultivada como anual.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Medicinal:

  • Indicações: afecções do fígado e vesícula, falta de apetite, gastroenterite, verminose, dispepsia, diabetes
  • Propriedades: tônica, anti-helmíntica, aperiente, diurética, emenagoga
  • Partes Utilizadas: flores, folhas, raízes

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *