Aspectos Importantes do Lago Ornamental

Em continuação ao último artigo, veremos hoje três aspectos importantes para o estabelecimento de um lago ornamental. Entre eles, a localização ideal, a definição do formato, das dimensões e dos tipos de materiais que podem ser utilizados na construção.

Antes de começar a construir seu lago, é importante salientar que para qualquer tipo obra deve-se ter o acompanhamento de um profissional da área (engenheiro ou arquiteto). Caso se trate de lagos com mais de 10 mil litros e principalmente se for usar de fontes naturais, é conveniente ainda consultar os departamentos responsáveis para a devida autorização, que pode ser concedida mediante estudo de impacto ambiental, para evitar intervenções não autorizadas na natureza. Lembre-se que o desvio de um curso natural de água é crime, assim como qualquer modificação em área de preservação permanente sem a devida autorização.

Localização ideal

Escolha um local do imóvel em que não haja tubulações subterrâneas, raízes grossas de árvores ou troncos podres. Caso ocorram pedras não calcáreas muito grandes no lugar do futuro lago, procure integrá-las ao projeto. As pedras calcáreas alteram o equilíbrio químico da água e precisam ser removidas.

Considere o perigo potencial da água em um local freqüentado por crianças pequenas. Nestes casos deve-se criar barreiras físicas para evitar o acesso dos pequenos ao lago, ou então criar lagos rasos, de menor perigo.

O local escolhido não deve ter insolação excessiva e, de acordo com os tipos de peixes ou plantas, não pode estar sujeito a geadas. Locais em que ocorram muitas folhas ou flores caídas também devem ser evitados, assim como locais próximos de árvores com raízes agressivas e superficiais como o Fícus, Salseiro, Seringueira, Flamboyant, Tipuana, etc.

Definindo o formato e as dimensões

Os lagos ornamentais podem ser de formato:

  • Geométrico, ou seja, de desenho definido (quadrado, retangular, redondo, oval, etc.), geralmente com paredes verticais. São os formatos que, quando feitos em alvenaria, proporcionam maior resistência com gasto relativamente menor.
  • Informal, livre ou irregular, dependendo da criatividade do proprietário ou do projetista. São muito comuns os lagos em formato de feijão, pêra, com paredes inclinadas ou mesmo com ilhas, pontes, “decks”, etc. Os lagos de lona aceitam quase que qualquer formato.

Tanto os geométricos como os informais podem ser: escavados (com as bordas quase que ao mesmo nível do solo), salientes (ficam inteiramente acima da superfície do solo), ou parciais (parte escavada e parte para saliente). Os salientes são mais seguros para as crianças, além de mais fácil manutenção, na limpeza dos filtros e do fundo, assim como na troca de bombas. No entanto os escavados têm um aspecto mais natural, apropriado para jardins de estilo tropical.

A profundidade ou coluna d’água necessária para manutenção de carpas é de no mínimo 80 a 100 cm, quando aumentam os perigos à presença de crianças pequenas. Outros peixes menores requerem menor profundidade, no entanto, um lago raso é mais suscetível às mudanças de temperatura, ou seja, a amplitude térmica aumenta. Caso tenha plantas aquáticas, deve ter zonas de profundidades diferenciadas de acordo com as necessidades de cada espécie.

O tamanho em geral depende muito da disponibilidade de espaço, dos recursos financeiros disponíveis e do tempo livre para as futuras manutenções. E, como citado no artigo anterior, depende muito da coerência do conjunto formado pela residência, jardim e lago.

Material a ser utilizado

Os lagos podem ser divididos, de acordo com o material usado, em diversas categorias (fibra-de-vidro, caixas d’água, plástico, concreto, solo-cimento, pedras, lonas, etc). Os dois tipos mais usuais, no entanto, são os de lona plástica ou geomembrana e os de concreto armado ou alvenaria.

A escolha do material a ser utilizado deve ponderar sobre a longevidade dos mesmos, sendo que o lago de alvenaria têm maior vida útil em relação aos outros tipos, e pode durar décadas sem vazamentos, assim como uma piscina de concreto bem planejada e executada. Ou ainda a praticidade, rapidez, e economia de um lago de plástico ou lona.

O desenho esquemático abaixo ilustra as partes fundamentais que deve ter um lago de alvenaria saliente.

Lago de Alvenaria
Figura 1

Texto e Desenho: Célio Maeda

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

2 comments on “Aspectos Importantes do Lago Ornamental

Os comentários estão fechados.