Sua dose diária de jardinagem no whatsapp - 100% Grátis Participar do Grupo

As Cores no Jardim

Miriam Stumpf

Atualizado em

trepadeira-mexicana
Trepadeira-mexicana
Foto: Rita Barreto

Aprendemos na escola o disco das cores, onde as cores puras chamadas de primárias são o azul, o amarelo e o vermelho e as secundárias as cores combinadas destas, originando verde, violeta e laranja. Juntando uma primária e outra secundária poderemos ter contrastes e harmonia, como por exemplo, vermelho e verde, e azul e verde, respectivamente. Mas o que tem isto a ver com jardim? Veremos a seguir.

No paisagismo trabalha-se com formas, estruturas, texturas e cores de plantas e ambientes. As árvores e arbustos podem ter uma forma definida, como os juníperos em forma de lápis, o flamboyant que parece uma sombrinha e outras plantas que podem ter formas irregulares, como a abélia (Abelia grandiflora), o hibisco (Hibiscus rosa-sinensis), etc. A textura de folhas, tamanho, forma e coloração, tudo deve ser atentamente estudado para fazer projetos paisagísticos

Porque não falamos de flores? Porque a flor acontece num curto período da estação, poucas são as plantas de floração contínua, então podemos dizer que a flor é o prêmio, o bônus, que a planta prepara para nós. Sua forma e cor é um espetáculo planejado, o acorde da música que emociona, a jóia que complementa. Mas não se pode basear o paisagismo por elas. No resto do ano teremos formas, textura e coloração de folhagens. Podemos ter flores o ano todo no jardim? Sim, faz parte de um projeto bem elaborado inserir árvores, arbustos e herbáceas de florescimento sazonal de uma forma orquestrada, onde cada parte do jardim poderá ter a sinfonia do florescimento.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

E como fazer um espetáculo bonito, sem miscelânea de cores, cansativo? A partir do estudo das cores. Quando olhamos um maciço verde de vegetação, qual a cor que chamaria mais a atenção e daria um toque alegre, chamativo, não seria o vermelho? Lembre-se, o vermelho é o complementar ou oposto do verde no disco das cores. Mas, se houver muito vermelho e laranja (suplementar e cor próxima), numa overdose destas cores, o jardim ficaria com muito contraste, entre flores e folhagem, acabaria cansando. Ele pode e deve ser dosado, de forma a apenas surpreender.

Mas e o resto das flores que queremos inserir, como seriam? Brancas, rosadas, diversas gamas do rosa ao púrpura, por exemplo, lembrando que a floração delas não acontece ao mesmo tempo. A coloração da folhagem também faz parte desta idéia, num conjunto todo verde, a inserção de folhagem avermelhada deixa menos monótono este maciço de plantas.

Assim, como esta combinação, outras podem ser feitas, todas baseadas no disco das cores e sua teoria. O uso de cores suplementares torna o jardim mais harmônico como as folhagens variegadas de branco ou creme. Também o uso de flores brancas, pois o branco é como a água, universal e de uso sem erro. O jardim ficará monótono? Não. Mas se achar que está meio monocromático, que tal um vaso com anuais em tons fortes contrastantes, de amarelo, laranja ou avermelhadas? Daria um toque surpreendente e poderia ser trocado a cada estação.

Para estudar as cores, procure livros de pintura em aquarela, com textos explicativos, ajudará a tirar dúvidas para a aplicação em projetos de jardim. Seus trabalhos terão efeitos surpreendentes e somente um expert entenderá a fonte de suas idéias, daquele estudo escolar da teoria das cores, antigo e simples.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Texto: Miriam Stumpf


Já pensou em abrir a porta de casa e dar de cara com um jardim espetacular que parece ter saído diretamente de uma revista? Seja sincero, quem não queria?

E aí, já tá imaginando o upgrade que seu jardim vai ganhar? Cada vez que você botar a mão na terra e ver o resultado crescendo e florindo, vai sentir aquela satisfação de "puxa, eu que fiz!". "101 Técnicas de Jardinagem Explicadas" não é só um livro, é tipo um melhor amigo pra quem ama plantar e cuidar.

Bom, com o eBook 101 Técnicas de Jardinagem Explicadas, esse desejo pode virar realidade, e acredite, mais fácil do que você imagina. Tá começando do zero ou já tem a mão meio verde? Não importa! Este guia foi feito pensando em todo mundo. Aqui dentro, você vai achar mais de 600 páginas cheias de ilustrações que falam por si só, com instruções detalhadas que vão desde o básico até o avançado. Já pensou em quanta coisa nova você vai aprender e aplicar aí no seu cantinho verde?

Quer ter a alegria de comer frutas que você mesmo plantou? Ou que tal ver flores que mais ninguém tem, colorindo seu jardim e perfumando sua casa? Pois é, esse eBook entrega isso e muito mais. Bora dar esse passo e transformar seu espaço ao ar livre num verdadeiro oásis particular? Pega seu exemplar agora e vamos nessa jornada juntos! E aí, preparado pra ver seu jardim virar capa de revista?

Oferta por tempo limitado!

DE R$ 59,90 POR APENAS

R$ 19,90 à vista

Sobre Miriam Stumpf

Engenheira Agrônoma e Paisagista, Miriam é sócia na Cattleya Assessoria e Consultoria, empresa de Porto Alegre que faz projetos de paisagismo, dá cursos na área e realiza o gerenciamento de produção para agronegócios voltados ao cultivo de plantas ornamentais e medicinais.