Trepadeira-africana – Delairea odorata

 Delairea odorata, Gerânio-africano, Hera-alemã, Senécio, Trepadeira-senécio

Foto: Raquel Patro

A trepadeira-africana é uma planta volúvel, semi-herbácea, de folhagem perene e florescimento ornamental. O caule é longo e verde, podendo alcançar 8 metros de comprimento. Ele emite ramificações e se enrosca facilmente sobre os suportes. As folhas são verde brilhantes, cerosas, divididas em lobos, e muito semelhantes às folhas da Hera. As inflorescências são compostas, como pequenas margaridas, densamente agrupadas em cachos pendentes. As pétalas são amarelas, assim como os estames. O florescimento ocorre de forma esparsa durante o ano todo e tende a ser mais abundante em uma das qualquer uma das estações, dependendo do clima onde está sendo conduzida. As sementes, que se seguem, são pequenas e equipadas com um pequeno “pára-quedas”, constituído de pelos especiais, de forma semelhante aos dentes-de-leão. A dispersão ocorre pelo vento.

A trepadeira-africana é uma planta formidável, pois além da floração exuberante e docemente perfumada, é uma planta rústica que pode ser aproveitada em diferentes funções. Além de cobrir caramanchões, cercas, pérgolas ou treliças, ela também pode ser utilizada para coroar muros e como planta pendente, se plantada em jardineiras suspensas. Ela também é capaz de escalar árvores, misturando-se à copa. No entanto há que se ter cuidado com esta característica, pois com o passar do tempo, acaba por sufocar a planta suporte. Assim é preferível oferecer-lhe um arbusto ou árvore morta. Em tempo, sua floração é atrativa para insetos polinizadores, como abelhas e borboletas.

Pode ser cultivada sob sol pleno, meia sombra ou luz difusa, em solo fértil, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. É de baixa manutenção, que se resume a podas anuais de limpeza, para remoção de ramos secos ou malformados e à adubações trimestrais. Resiste ao frio de até -5ºC e prefere o clima ameno do sul do país de das regiões serranas. Multiplica-se por sementes e estaquia dos ponteiros ou raízes cortadas e postas a enraizar logo após o período de florescimento.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Alerta:

Esta espécie pode se tornar invasiva em algumas situações. É considerada uma planta tóxica se ingerida, desta forma, mantenha fora do alcance de crianças pequenas e animais domésticos.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo