Hera-sueca – Plectranthus sp

O nome da Hera-sueca pode ocasionar confusões, afinal ela não é uma hera, nem é nativa da Suécia. No entanto é uma planta encantadora e muito popular. Ela apresenta folhas ovais, glabras, brilhantes e com bordas denteadas. As cores variam de acordo com a espécie e a variedade, sendo totalmente verdes, arroxeadas ou com manchas brancas. As espécies mais comuns em cultivo são a P. coleoides, P. nummularius, P. australis, e P. verticillatus. Sua ramagem é densa e prostrada. As inflorescências terminais reúnem flores brancas e pequenas de pouca importância ornamental.

De acordo com as suas características são indicadas para vasos e jardineiras, como planta pendente além de servir também como forração, sempre à meia-sombra. Rústicas, devem ser cultivadas em terra de jardim misturada à terra vegetal e um pouco de areia. Requer regas regulares e tolera o frio do inverno. Multiplica-se por divisão da ramagem enraizada.

Raquel Patro é editora do site Jardineiro.net e uma pessoa totalmente fascinada pela natureza, principalmente por plantas e jardins. Criou o site Jardineiro.net para disseminar sua paixão, contagiando novos adeptos e entusiasmando os antigos.

Publicado em Diretório de Plantas

Newsletter

Receba grátis as novidades
do Jardineiro.net no seu e-mail

Seja nosso fã

Eventos