Aroeira-mansa – Schinus terebinthifolius

A aroeira-mansa é uma árvore de pequeno a médio porte, capaz de alcançar de 5 a 9 metros de altura. Seu caule é um pouco tortuoso e a casca escura e fissurada. As folhas são imparipinadas, com 8 a 12 centímetros de comprimento e 7 a 13 folíolos verdes, elípticos a obovados, com nervuras claras. A aroeira-mansa é dióica, isto é, há árvores fêmeas e árvores machos. As flores são pequenas, branco-esverdeadas, dispostas em inflorescências axilares e terminais do tipo rácemo, e são muito atrativas para abelhas. Os frutos são pequenas drupas, esféricas, rosadas a avermelhadas, que servem como condimento e alimentam as aves silvestres. O florescimento ocorre na primavera e no outono e o pólen abundante pode provocar reações alérgicas e irritações em pessoas sensíveis.

A aroeira-mansa é uma árvore bastante interessante para arborização urbana. Seu porte médio e a frutificação ornamental, aliados à rusticidade da planta, fazem com que ela seja uma excelente escolha para o paisagismo, prestando-se como arvoreta e cerca-viva. Ela também é indicada para reflorestamento de áreas degradas, pois é uma árvore pioneira. A pimenta-rosa, o fruto da aroeira-mansa, é muito popular na França, onde é utilizada na ornamentação e tempero de preparações culinárias. Seu sabor é levemente picante e adocicado. Da aroeira ainda se pode ser extrair madeira, própria para moirões e lenha, e óleos essenciais, utilizados em fitoterapia.

Deve ser cultivada sob sol pleno, em solo fértil, enriquecido com matéria orgânica e irrigado nos primeiros anos de implantação. As podas de formação estimulam uma copa mais densa, arredondada e bonita. Para a formação de cercas-vivas as podas devem ser efetuadas cedo para estimular o surgimento de múltiplos caules. A aroeira-mansa é considerada planta invasiva em muitos países onde é exótica, devido a facilidade de propagação. Multiplica-se facilmente por estacas e sementes.

Marcado com:
Categorias: Diretório de Plantas

Medicinal:

  • Indicações: afecções respiratórias, candidíase, micoses, tumores, afecções da pele, febres, artrite, erisipela, hipertensão, dor-de-dente, hemorragias
  • Propriedades: antibiótica, antifúngica, cicatrizante, balsâmica, depurativa, hipotensiva
  • Partes Utilizadas: folhas, frutos, cascas
Receba o Jardineiro.net no seu e-mail!
Ajude este site. Vote!
Eventos
  • 5ª Exposição Nacional de Orquídeas de Presidente Venceslau

    A Associação dos Orquidófilos de Presidente Venceslau – AOPV, iniciou os trabalhos de preparação para a realização da 5ª Exposição Nacional de Orquídeas de Presidente Venceslau, evento que ganhou tradição…Leia mais ›
  • 1ª Exposição de Orquídeas de Arenápolis

    Primeira Exposição de Orquídeas de Arenápolis, no Mato Grosso. Uma realização da Associação Arenapolitana de Orquidófilos. Quando: Dias 12 e 13 de Abril de 2014 Exposição e Vendas à partir…Leia mais ›