O Jardim Multicolorido

Compartilhe:

Há quem não tenha receio de colocar mil cores no jardim e sem se preocupar com o multicolorido das flores ainda coloque folhagens de folhas variegadas coloridas. Parece familiar?

Antigamente os jardineiros não se preocupavam com estes detalhes. O jardim era feito para a primavera e verão e o resto do ano ficava tudo verde, sem planejamentos. Com livros e a edição de revistas de jardinagem e paisagismo, passando idéias e conceitos isto tem mudado, mas ainda há pessoas que colocam tudo no jardim, adoram plantas, cultivam-nas por prazer e não estão nem aí para ditames da moda nem palpiteiros de plantão como nós.

Também há o oposto, é só olhar revistas que nos deparamos com os chamados jardins minimalistas, muito pedrisco, algumas herbáceas raquíticas ou com jeitão de capim, muitas cicas, palmeiras, uma que outra muda de suculenta e eis o jardim maravilhoso criado por… Já viu isto?

Em empresas o que se vê é abundância de aloés, palmeiras, cicas e gramados. Se há arbustos floridos, pelo menos nos estados sulinos a escolha cai sempre nas azáleas, cuja floração primaveril é esplendorosa e o resto do ano suas folhas sem atrativos deixam o jardim tristonho. A escolha de anuais é feita raramente ou então em abundância, para compensar o restante sem graça.

Acreditamos que estamos pisando terreno minado ao afirmar estas coisas, mas ao longo de anos planejando e reformando jardins, a análise dos fatos é esta, os padrões se repetem em todos os lugares, com belas, mas poucas exceções. Atualmente há uma avalanche de palmeiras esguias, cicas, agaves ou aloés, pingos de ouro e helicônias e quanto tempo esta moda vai durar, veremos…

As cicas têm lento crescimento e há uma tendência em colocá-las bem junto umas das outras para fazer um maciço, esquecendo-se que seu crescimento ao longo do tempo é mais em diâmetro que em altura. Por vezes observa-se em entradas de condomínios e com o tempo o portão não abrirá, nem poderá haver trânsito de pedestres. Aposto que também já observaram isto.

Com estas críticas não estamos afirmando detestar esta ou aquela planta. Todas são belas em suas formas, cores e formatos e colocadas de forma certa embelezam e transformam um jardim em exemplo perene, podendo servir até de logomarca para uma empresa.

O que desejamos é ver os jardins planejados de forma a ter beleza, praticidade e ser fora desta padronização. Isto passa, é claro, por estudo, muito estudo, não só de paisagistas mas do jardineiro amador. Os conjuntos de plantas em canteiros, os detalhes charmosos das anuais, as palmeiras colocadas num jardim estilo tropical, tudo é maravilhoso e colocado do jeito certo será de tirar o fôlego do visitante. Quem sabe, num futuro bem próximo isto ocorra…

Compartilhe:
Miriam Stumpf

Engenheira Agrônoma e Paisagista, Miriam é sócia na Cattleya Assessoria e Consultoria, empresa de Porto Alegre que faz projetos de paisagismo, dá cursos na área e realiza o gerenciamento de produção para agronegócios voltados ao cultivo de plantas ornamentais e medicinais.

Publicado em Cores, Paisagismo

Comentários

Newsletter

Receba grátis as novidades
do Jardineiro.net no seu e-mail

Seja nosso fã

Visite o perfil de Jardineiro.net no Pinterest.