Lambari – Tradescantia zebrina

O lambari é uma herbácea perene, muito rústica, de folhagem prostrada e suculenta. Suas folhas são muito decorativas, ovaladas, brilhantes, de coloração verde escura, com duas listras de variegação prateadas na face superior e, completamente arroxeadas na face inferior. As flores são pequenas e róseas, de importância ornamental secundária.

Pelo seu aspecto compacto, pequeno porte e adaptação à sombra, o lambari torna-se uma excelente forração para situações de sombra e meia-sombra, onde dificilmente os gramados vingam, como sob a copa de árvores e outros locais cobertos. Seu plantio em vasos, jardineiras e cestas suspensas também é muito apreciado, evidenciando sua bela folhagem pendente. Nestes casos, adubações leves e regas freqüentes estimulam seu crescimento vistoso.

Devem ser cultivados à meia-sombra ou sombra, em solo fértil e enriquecido com matéria orgânica, mantido úmido. Planta tipicamente tropical, não é tolerante ao frio rigoroso e às geadas, mas adapta-se muito bem às estufas em países de clima temperado. Multiplica-se facilmente por estacas ou pela divisão da ramagem enraizada.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Alerta:

Devido à sua facilidade de propagação, pode escapar ao cultivo e se tornar invasiva em determinadas situações.

2 comments on “Lambari – Tradescantia zebrina

  1. Coordeno uma extensa área de Mata Atlântica preservada e nas áreas que sofreram interferências tenho uma grande infestação de lambari. Como ela prolifera com muita facilidade, ela acaba competindo com outras espécies nativas e tomando o seu lugar Temos um projeto de supressão dessa espécie para Revegetação com espécies nativas. Gostaria de saber se existe mercado no paisagismo se eu aproveitar as plantas extraídas para desenvolver mudas e vende-las. Acho uma judiação ter que jogar fora uma grande quantidade dessa planta. Acho a planta maravilhosa e usamos ela para decoração interna controlada

  2. trouxe meus lambaris do interior de uma velha igreja abandonada e que fica rodeada pelas águas de uma represesa aqui onde moro (SantosDumont-MG). Assim como dentro da igreja, fiz um canteiro inteiro delas,ficou lindo! Também a tenho suspensa.Muito fácil de cuidar.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *