Girassol-mexicano – Tithonia rotundifolia

O girassol-mexicano é uma planta florífera anual, de porte arbustivo e textura herbácea, com a base do caule lenhosa. Ela é bastante ramificada e alcança em média de 1,2 a 1,8 metros de altura. Suas folhas são verde-escuras, cordadas, simples ou trilobadas. Os ramos e folhas da planta são cobertos por pêlos curtos e macios. As numerosas inflorescências são do tipo capítulo, solitárias, simples, com pétalas de cor laranja ou vermelha, muito vivas e brilhantes, e centro amarelo, semelhantes a girassóis e zínias. A floração inicia na primavera e segue pelo verão e outono, de acordo com a época de plantio. Produz frutos do tipo aquênio. Ocorrem ainda variedades anãs, que não passam de 75 cm, e são ideais para maciços e bordaduras.

O girassol-mexicano, por seu porte arbustivo, tem um uso um pouco diferente de outras floríferas de jardim. Ele é ideal para pequenas cercas-vivas, dividindo áreas no jardim, ou em renques junto a muros e paredes externas. Sua capacidade de resistir à seca e ao calor faz do girassol-mexicano uma planta de eleição para jardins de inspiração desértica ou rochosos. Também pode ser utilizada como flor-de-corte, na confecção de arranjos florais e buquês. Suas flores produzem bastante néctar e são muito atrativas para abelhas e borboletas. Pode ser plantado em vasos.

Deve ser cultivada sob sol pleno, em locais espaçosos, com solos bem drenáveis, enriquecidos com matéria orgânica e irrigados regularmente. Aprecia o calor e é tolerante a curtos períodos de estiagem. Em solos excessivamente ricos, produz muita folhagem e poucas flores, enquanto que nos solos mais pobres, as florações são abundantes. Não tolera geadas, mas rebrota a partir de sementes na primavera. Multiplica-se por sementes, e é possível obter duas gerações da planta em apenas um ano plantando-a na primavera, ela florescerá e terminará o ciclo, reessemeando no verão. Fertilizações com fósforo e potássio estimulam o florescimento. Pode ser semeada diretamente no local definitivo ou em sementeira para posterior transplante.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

3 comments on “Girassol-mexicano – Tithonia rotundifolia

  1. Há alguns anos nasceu em minha casa um pé de girassol-mexicano vermelho, provavelmente de uma semente trazida por alguma ave. Eu só conhecia na região uma variedade amarela que vegeta espontaneamente em terrenos baldios,e não sei se pertence ao mesmo gênero. Meu girassol-mexicano se adaptou bem ao meu quintal e vem produzindo nova mudas todo ano. As sementes que caem no chão germinam no início da primavera. Prosperam com a chegada das chuvas e as plantas duram até maio. Durante esse período elas dão um show de cores alegrando a casa com a chegada de dezenas de periquitos e tuins que adoram as suas sementes Ao primeiro sinal de frio elas secam e os periquitos espalham as sementes por todo o quintal. Em outubro o ciclo recomeça. Até hoje não descobri de onde veio a primeira semente.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.