Flor-de-coral – Russelia equisetiformis

A flor-de-coral ou russélia é uma planta pendente, de textura herbácea e muito florífera. Seus ramos são filiformes, ramificados, arqueados e longos, com cerca de 1 metro de comprimento, e apresentam florescimento muito ornamental. Suas folhas são semi-perenes, sendo que na parte inferior dos ramos elas têm a forma linear a lanceolada e na parte superior encontram-se reduzidas a pequenas escamas. Da primavera ao outono despontam as inflorescências, com flores tubulares, de coloração vermelha, amarela ou branca, muito numerosas e bonitas. Os frutos, do tipo cápsula, têm pouca importância decorativa.

No paisagismo a flor-de-coral destaca-se principalmente em grupos, quando plantada em renques ou maciços, sobre pequenos morros e declives, aproveitando-se elevações naturais ou artificiais do terreno, como taludes, sacadas, muros, terraços, etc. Desta forma seus ramos pendentes são evidenciados. Seu aspecto pouco denso a torna adequada a jardins de estilo informal. Também é apropriada para vasos, floreiras e cestas suspensas. Atrai beija-flores e borboletas. Eventualmente pode escapar ao cultivo e tornar-se invasiva.

Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil, bem drenável, rico em húmus e irrigado regularmente. Não tolera estiagens prolongadas. É bastante rústica e responde bem a adubação rica em fósforo e potássio, florescendo em abundância. Tolerante ao frio, ao vento e à salinidade, torna-se própria para regiões litorâneas. Aprecia o calor, podendo estender a floração por todo o ano em regiões tropicais e equatoriais. Multiplica-se por sementes, estaquia e divisão das touceiras.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

7 comments on “Flor-de-coral – Russelia equisetiformis

  1. Quando a comprei não levava muita fé. Precisava de um exemplar que suportasse bem o sol da tarde em minha varanda(muito quente).
    Parecia uma touceira disforme. Ledo engano.
    Transformou-se em uma massa verde, pendente e completamente salpicada de vermelho, por suas pequeninas flores.
    Infelizmente tive que fazer uma viagem e acabei me prolongando mais do que o previsto… Ela não suportou. A estiagem por 10 dias e o calor intenso do mes de dezembro, aqui no RJ, foram fatídicos.
    Aprendizado assimilado, já estou buscando um novo exemplar.
    Abraços.

  2. Eu tenho acha linda no muro da vizinha que era bem alto não dava para pegar um galhinho e tiva vergonha de pedir num dia de chuva ia passando na rua e vi um matinho no meio dos paralelepípedos vi que era uma mudinha estava lá me esperando fui tratando de arrancar hoje tenho formou uma linda cx.

  3. Tenho uma parede com vasos cerâmicos cheios de russélia, pegam sol pela manhã e precisam de água ! Beija flôres adoram !!!

  4. Bom dia!
    Ótimo artigo. Lendo sobre a russélia, surgiu uma dúvida…
    Apesar desse comportamento invasivo, ela pode ser plantada junto com o jasmim azul? Queria consorciar elas duas no jardim.

    Desde já agradeço.

    Att,

    Cláudia Kiya

  5. Amo borboletas e flores! Mas moro no segundo andar e tenho um sonho de ter um jardim, nem que seja pequeno! Tenho lembranças de quando criança na minha varanda à noite vinha pousar na lâmpada coloridas e belas borboletas pequenas! No meu quintal em frente à janela, haviam belas flores que minha mãe cuidava com muito amo!

  6. A MINHA RUSSELIA ESTÁ COM POUCAS FLORES, É PLANTADA EM UM CAQUEIRO, RECEBE SOL DIRETO E MEIA SOMBRA. SERÁ QUE O HUMUS DE MINHOCA É BOM PARA USÁ-LO NO VASO ONDE SE ENCONTRA MINHA RUSÉLLIA.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.