Sua dose diária de jardinagem no whatsapp - 100% Grátis Participar do Grupo

Crisântemo

Chrysanthemum x morifolium

Raquel Patro

Atualizado em

O Chrysanthemum x morifolium, comumente conhecido como crisântemo, é uma planta híbrida que não apenas decora jardins, eventos e lares do mundo todo, mas também carrega consigo uma rica história e simbolismo. Esse híbrido surgiu a partir do cruzamento entre diversas espécies de crisântemos, principalmente envolvendo o Chrysanthemum indicum, que foi extensivamente utilizado na sua criação. Originário do grego “chrysos” (ouro) e “anthemon” (flor), o nome remete à cor amarelo ouro das flores originais da espécie. O Chrysanthemum x morifolium tem suas raízes geográficas na Ásia Oriental, com a China sendo reconhecida como seu berço. A planta desempenha um papel significativo na cultura e na horticultura chinesas há milênios. Registros históricos indicam que o crisântemo tem sido cultivado na China desde 500 a.C., tornando-o uma das plantas mais antigas em cultivo.

Na China, o crisântemo prosperou não apenas como um ornamento, mas como um símbolo cultural. Ele era frequentemente retratado em obras de arte e literatura, simbolizando nobreza e elegância. Além disso, era e ainda é um elemento vital na medicina tradicional chinesa. Após a sua domesticação e cultivo na China, o Chrysanthemum x morifolium migrou para o Japão e a Coreia, onde igualmente se enraizou profundamente nas tradições culturais.

Essa planta preferencialmente cresce em climas temperados. Na natureza, é comumente encontrada em regiões de altitudes mais elevadas, onde o clima é mais fresco. A sua adaptabilidade a diferentes condições climáticas, no entanto, tornou possível seu cultivo em várias partes do mundo, transcendendo os limites geográficos de sua origem asiática. Através dos séculos, o Chrysanthemum x morifolium foi exportado e acolhido em muitos outros países, adaptando-se a diferentes climas e culturas. No Ocidente, ele se tornou um símbolo de luto, em contraste com sua associação com a vida e a nobreza no Oriente. Essa dualidade cultural e simbólica realça a riqueza histórica e a adaptabilidade dessa planta extraordinária.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O Chrysanthemum x morifolium, pode ser perene, embora a grande maioria das cultivares modernas comporte-se como anual. Ele apresenta tamanho e forma variados, podendo atingir alturas de 30 cm a 1,2 metros, tornando-o versátil para diversos usos. É ereta, ramificada, e apesar de ser herbácea, a planta possui um sistema radicular robusto e fibroso, que auxilia na absorção eficiente de nutrientes e água. As folhas do crisântemo são profundamente lobadas, variando em cor do verde-escuro ao verde-médio. O aspecto rugoso e a textura ligeiramente peluda das folhas são características distintas. Estas folhas formam um pano de fundo denso e atraente para a exibição das flores.

A floração se iniciar com a redução das horas de luz, no outono, o que atualmente pode ser controlado em viveiros comerciais. A inflorescência do crisântemo, do tipo capítulo, é uma coleção de centenas de flores individuais, que juntas criam a ilusão de uma única flor grande. Suas flores são classificadas com base na disposição e forma das pétalas. Existem dois tipos principais: as flores do disco e as flores do raio. As flores do disco são pequenas, numerosas e geralmente de cor amarela, encontradas no centro da inflorescência. As flores do raio são as pétalas coloridas e vistosas que circundam o disco central.

Nas cultivares de flores dobradas e semidobradas, tanto as flores do raio, quanto as flores do disco apresentam pétalas vistosas, dando à  inflorescência um aspecto cheio. A paleta de cores dos crisântemos é extensa e inclui atualmente quase todas as cores, com diferente combinações e degradeé, exceto o azul verdadeiro, que pode ser obtido temporariamente através de técnicas especiais de coloração em flores brancas. Seu fruto é do tipo aquênio.

Principais Tipos e Cultivares

  • Cultivares Anãs: Estes são populares para uso em bordaduras e vasos. Exemplos incluem ‘Tinkerbell’, com flores rosa brilhantes, e ‘Button’, conhecido por suas pequenas flores de cor vívida.
  • Cultivares de Flor de Margarida (Daisy): Como o próprio nome diz, essas cultivares apresentam um disco simples com pétalas apenas nas bordas do disco floral, como margaridas.
  • Cultivares de Flor de Pompom: Caracterizam-se por pequenas flores globulares. ‘Yoko Ono’, um cultivar verde-limão, e ‘Moonbeam’, com suas flores amarelas brilhantes, são representantes notáveis.
  • Cultivares de Flor Decorativa: Estes têm flores grandes e planas, muitas vezes com pétalas que se enrolam sob as bordas. ‘Indian Summer’, com suas flores laranja-avermelhadas, e ‘Coral Charm’, com flores de um rosa suave, são exemplos.
  • Cultivares de Flor Tubular: Caracterizados por flores de pétalas longas enroladas sobre o seu próprio eixo, que lhes dão um aspecto tubular. O ‘Matchsticks’, com pétalas vermelhas e pontas amarelas, é um exemplo clássico.
  • Cultivares de Flor de Aranha: Estes têm flores com pétalas longas e finas que se assemelham a pernas de aranha. ‘Anastasia Green’, com suas pétalas verdes estreitas, é uma escolha popular.
  • Cultivares de Queridinho ou Botão: Têm pequenas flores compactas. ‘Button Yellow’, com suas flores bronzeadas, é um exemplo notável.
  • Há ainda outras cultivares, divididas em classes como “Pincel e Cardo”, “Anêmona”, “Incurvadas”, “Incurvadas Reflexas” e até uma classe “Exótica” para incluir flores que não se enquadram nas outras classes.

Cada um desses cultivares exibe uma combinação única de cor, forma e tamanho, oferecendo uma vasta gama de possibilidades tanto para o paisagismo quanto para arranjos florais. A escolha do cultivar adequado pode depender do uso pretendido, seja como destaque em um jardim de outono, em maciços coloridos ou como parte de um arranjo floral. Ao selecionar um cultivar de Chrysanthemum para o jardim, é essencial considerar não apenas a estética, mas também as condições de cultivo, como a resistência a doenças e as necessidades de luz e solo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Há cultivares para diferente tipos de situações, climas e estações do ano. Eles geralmente são considerados para adornar os canteiros em uma estação, em maciços coloridos, bordaduras, ou em conjunto com outras flores e plantas, conferindo sempre um aspecto rico em textura e cor. Sua adaptabilidade faz com que sejam excelentes também para o cultivo em vasos e floreiras. Isso permite que sejam utilizados em varandas, terraços e até em interiores, trazendo uma nota de frescor aos espaços. Além disso, eles fazem bem a saúde. Estudos realizados pela NASA demonstraram que os crisântemo são eficazes na redução da poluição do ar em ambientes internos.

Na arte floral, o Chrysanthemum x morifolium é celebrado por sua extraordinária versatilidade e durabilidade. Esta planta, com sua vasta gama de cores, formas e tamanhos, permite que floristas criem composições variadas, desde buquês clássicos até arranjos contemporâneos. As flores de crisântemo, conhecidas por sua longevidade excepcional após o corte, são ideais para arranjos que precisam manter sua beleza por períodos prolongados. Além disso, a capacidade do crisântemo de se misturar harmoniosamente com outras flores ou de se destacar sozinho, torna-o uma escolha popular para eventos, decoração de interiores, homenagens e celebrações. Sua resistência e flexibilidade em design fazem do Chrysanthemum uma das flores de corte mais comercializadas no mundo todo.

O crisântemo também carrega significados profundos, variando conforme a cultura e a cor da flor. Na Ásia, particularmente na China e no Japão, o crisântemo é um símbolo de longevidade e imortalidade. Na China, ele também está associado à sabedoria. No Japão, o crisântemo é tão reverenciado que é o emblema da família imperial e o “Festival do Crisântemo” ou “Kiku no Sekku” é uma celebração significativa.

As diferentes cores dos crisântemos também carregam significados específicos. Por exemplo, o crisântemo branco é frequentemente associado à verdade e à lealdade, enquanto o vermelho simboliza o amor e a paixão. Os crisântemos amarelos, embora alegres, podem simbolizar amor rejeitado em algumas culturas. Através dos tempos, essas flores têm sido usadas não apenas por sua beleza, mas também para transmitir mensagens sem palavras. Em arranjos florais, a inclusão de crisântemos pode comunicar tudo, desde celebração e felicidade até respeito e condolências, tornando-os verdadeiramente multifacetados.

O crisântemo floresce melhor com bastante luz solar. No entanto, em climas extremamente quentes, uma sombra parcial durante as horas mais quentes do dia pode ser benéfica. A planta deve ser plantada em um local onde possa receber luz solar direta por pelo menos 5-6 horas por dia. Evite locais com ventos fortes, pois podem danificar as flores e folhas delicadas. A temperatura ideal para o crescimento varia de 18 a 24 graus Celsius. Evitar exposição a temperaturas muito baixas é crucial, pois o crisântemo é sensível ao frio. Ele prefere um solo fértil, bem drenado e rico em matéria orgânica.

O pH ideal do solo deve estar entre 6,5 e 6,7. Uma rega consistente e adequada é crucial. O solo deve ser mantido úmido, mas não encharcado. É importante evitar a rega excessiva, pois isso pode levar ao apodrecimento das raízes. Durante períodos de crescimento intenso e floração, as necessidades de água aumentam. A rega deve ser feita na base da planta para evitar molhar as folhas e flores, o que pode predispor a doenças fúngicas. Uma nutrição balanceada é vital. Fertilizantes solúveis ricos em potássio, fósforo, cálcio, enxofre e micronutrientes são recomendados para promover uma floração saudável. Evite fertilizantes com alto teor de nitrogênio, pois podem promover o crescimento excessivo das folhas em detrimento das flores. A fertilização deve ser realizada regularmente durante a estação de crescimento.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A poda é essencial para manter a forma da planta e estimular a floração. O desbaste dos brotos promove flores maiores e mais saudáveis. A remoção de flores murchas e folhas secas não só melhora a aparência da planta, mas também ajuda na prevenção de doenças. O crisântemo pode ser suscetível a pragas como ácaros, pulgões e nematóides, além de doenças como oídio e podridão das raízes. A monitorização regular e o tratamento preventivo com inseticidas e fungicidas apropriados são recomendados. A propagação do Chrysanthemum x morifolium geralmente é feita por divisão de touceiras ou estacas. A divisão deve ser realizada no início da primavera, enquanto as estacas podem ser tiradas no final da primavera ou início do verão.


Já pensou em abrir a porta de casa e dar de cara com um jardim espetacular que parece ter saído diretamente de uma revista? Seja sincero, quem não queria?

E aí, já tá imaginando o upgrade que seu jardim vai ganhar? Cada vez que você botar a mão na terra e ver o resultado crescendo e florindo, vai sentir aquela satisfação de "puxa, eu que fiz!". "101 Técnicas de Jardinagem Explicadas" não é só um livro, é tipo um melhor amigo pra quem ama plantar e cuidar.

Bom, com o eBook 101 Técnicas de Jardinagem Explicadas, esse desejo pode virar realidade, e acredite, mais fácil do que você imagina. Tá começando do zero ou já tem a mão meio verde? Não importa! Este guia foi feito pensando em todo mundo. Aqui dentro, você vai achar mais de 600 páginas cheias de ilustrações que falam por si só, com instruções detalhadas que vão desde o básico até o avançado. Já pensou em quanta coisa nova você vai aprender e aplicar aí no seu cantinho verde?

Quer ter a alegria de comer frutas que você mesmo plantou? Ou que tal ver flores que mais ninguém tem, colorindo seu jardim e perfumando sua casa? Pois é, esse eBook entrega isso e muito mais. Bora dar esse passo e transformar seu espaço ao ar livre num verdadeiro oásis particular? Pega seu exemplar agora e vamos nessa jornada juntos! E aí, preparado pra ver seu jardim virar capa de revista?

Oferta por tempo limitado!

DE R$ 59,90 POR APENAS

R$ 19,90 à vista

Sobre Raquel Patro

Raquel Patro é paisagista e fundadora do site Jardineiro.net. Desde 2006, ela desenvolve conteúdos especializados em plantas e jardins, pois acredita que todas as pessoas, sejam amadores ou profissionais, devem ter acesso a conteúdos de qualidade. Nerd de carteirinha, ela gosta de livros, ficção científica e tecnologia.