Mas afinal, o que é Fotossíntese?

Sempre que lemos algum artigo sobre plantas ou assuntos adjacentes como pragas e doenças em vegetais, nos deparamos com essa fotossíntese. Mas o que é fotossíntese?

Jardim de Condomínio
Foto: Brittany G

A palavra fotossíntese significa “síntese pela luz” e refere-se ao fato de as plantas usarem a energia contida na luz para sintetizar substâncias que irão servir de “alimento” às mesmas.

Antes, é importante saber que a habitabilidade do planeta Terra deve-se à geração de oxigênio pelos organismos fotossintetizantes. Do mesmo modo, quase toda a energia utilizada no mundo vem da fotossíntese: mesmo o petróleo, o carvão, o álcool, o gás natural e a lenha têm origem neste processo tão importante para os homens.

Nas células dos vegetais e em alguns tipos de bactérias e algas existe uma molécula chamada clorofila que é capaz de absorver a energia eletromagnética da luz e convertê-la em energia química na forma de carboidratos – isto é a fotossíntese. Nesse processo, dióxido de carbono (CO2) atmosférico e água (H2O) são utilizados para gerar os carboidratos ou açúcares, que por sua vez, serão consumidos gerando energia ou na síntese de polissacarídeos formadores das estruturas vegetais (celulose, por exemplo).

Este processo é tão importante para a humanidade que a clorofila é considerada a molécula mais importante do planeta, pois todos os níveis tróficos dependem dos alimentos primários, ou seja, todos os seres vivos dependem direta ou indiretamente dos açúcares “produzidos” pela clorofila. As folhas, flores, frutos, raízes e tubérculos entre tantas estruturas vegetais são oriundos do mesmo processo.

A fotossíntese, nas plantas, concentra-se nos tecidos verdes principalmente nas folhas. Por isso, quando há ataque de insetos ou doenças, as plantas freiam seu crescimento, morrem ou geram órgãos defeituosos.

Atualmente, questões como o efeito estufa e créditos de carbono têm ganhado grande importância na mídia. Entender a fotossíntese ajuda a compreender um pouco melhor estes temas. O carbono atmosférico utilizado pelas plantas fica armazenado em suas estruturas como caule, raízes e folhas, sendo liberados lentamente ao meio e o oxigênio liberado é utilizado na respiração das próprias plantas e de outros seres vivos.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.