Construção do Lago de alvenaria

Neste artigo vamos mostrar de forma resumida, os requisitos e o passo a passo necessários à construção de um lago ornamental de alvenaria.

Lembre-se que independente do tipo de material que seja utilizado, o lago deverá possuir sempre uma borda elevada cerca de 5 a 10 cm acima do solo, a não ser que o lago seja saliente. Esta medida é importante para evitar a entrada de água da chuva carregada de impurezas provenientes da lixiviação do solo.

Lago de Alvenaria
Figura 1

Enquanto a figura do artigo anterior mostrou um desenho de lago de alvenaria saliente, com filtro do tipo “sump”; a Figura 1 detalha um lago de alvenaria escavado, com filtro “por gravidade” e caixa de captação. Cada tipo de filtragem será discutido em capítulo a parte.

Em lagos escavados, a saída de água para esgotamento eventual e troca parcial através do ralo de fundo, só deverá ser feita, se houver no local um desnível que permita a saída da água por gravidade. Na maioria dos casos no entanto, devemos considerar a necessidade de uma bomba sobressalente para o esvaziamento do lago, assim como para sifonar* o fundo do lago.

Requisitos Necessários

  • Um condutor (conduíte) para fornecimento de energia elétrica que será utilizada em iluminação e alimentação de bombas de filtragem.
  • Um “ponto” de água, para uma torneira ou registro, que servirão em eventual lavagem, troca parcial ou para completar o nível da água, sendo necessário que a água esteja sem cloro.
  • Tubulação para escoamento da água descartada ou mesmo de água da chuva (“ladrão”), para que o lago não transborde.

Demarcação e escavação:

Lago de Alvenaria
Figura 2

Depois de escolher o local que você irá implantar o lago, este deve ser demarcado com cal, linha ou com uma valeta para poder visualizar o resultado final (Fig 2). Nesse momento, devem ser realizadas as últimas alterações de tamanho, forma ou localização.

A escavação segue de acordo com o formato do lago geométrico ou informal e de acordo com a inclinação das paredes.

Lago de Alvenaria
Figura 3

É importante, no caso de lagos de alvenaria, cavar o buraco, acrescentando às medidas das laterais, a espessura das paredes e aumentando a profundidade de acordo com a espessura do concreto do fundo (Fig 3).

Após a escavação, o solo terá que ser devidamente compactado e os tubos para o filtro passados antes da concretagem do fundo.

Isolamento do concreto:

Lago de Alvenaria
Figura 4

Caso seja possível, faça um revestimento com plástico para evitar a contaminação do concreto com impurezas que o enfraqueceriam, assim como para evitar a perda de água do concreto (Fig 4.).

Estrutura:

Esta etapa, mais ainda do que as anteriores, necessita das especificações de um profissional da área. Consulte um engenheiro ou arquiteto.

Apenas para exemplificar, seguem as especificações utilizadas em um lago pequeno (300cm x 200cm x 80cm). Estas especificações podem ser diferentes de acordo com as necessidades do tipo de solo, do tamanho do lago, da profundidade, da localização, etc.

No exemplo da Figura 4, a camada do fundo foi usada malha de ferro 5/16’ que deu continuidade às paredes laterais. A dosagem do concreto foi de 3/1 (três partes de areia, três partes de pedra e uma parte de cimento) e manteve a espessura de 12cm.

Concretagem:

Lago de Alvenaria
Figura 5

A consistência do concreto deve ser rigorosamente controlada, principalmente quanto à quantidade de água como em relação ao tempo de utilização, para evitar grumos secos e enfraquecimento (Fig. 5). Caso a quantidade de água for insuficiente, haverá uma mistura pouco homogênea, com espaços ocos (buracos) e conseqüentemente a resistência será comprometida.

Já o excesso de água deixará o concreto poroso, com micro-fissuras e relativamente permeável. O concreto preparado tem um tempo limite para sua aplicação. Quando não utilizado dentro de duas horas, também tem sua qualidade comprometida. A areia utilizada deve ser a lavada, livre de impurezas como raízes e folhas.

Lago de Alvenaria
Figura 6

A secagem ou cura do concreto deve ser lenta. A secagem ao contato se dá em algumas horas, mas será necessário mantê-lo úmido com bastante água na primeira semana. Isso pode ser providenciado com aspersão constante de água de torneira, mas poderá ser feita com uma cobertura de sacos de papel, panos ou areia molhados. Na segunda semana, ainda haverá necessidade de umidade, mas o concreto já não absorve tanta água nessa fase. Após esse período, a resistência do concreto já estará próxima do ideal. Caso a cura não seja adequada, o concreto pode secar rápido demais, trazendo graves conseqüências como baixa resistência mecânica e porosidade.

O enchimento do lago antes da secagem do concreto, com o propósito de garantir a umidade, é desaconselhável, uma vez que pode comprometer a estrutura nos primeiros dias, em decorrência de possíveis vibrações provocadas por veículos pesados ou similares.

Lago de Alvenaria
Figura 7

As paredes do lago podem ser feitas de concreto, geralmente usando formas de madeira. Para maior economia, pode-se usar paredes de blocos, preenchidas com concreto de 8cm de espessura (Fig. 6 e Fig. 7 ). Utiliza-se ainda blocos estruturais, neste caso no entanto, há a necessidade de uma cinta superior.

Terminada esta fase, com as paredes levantadas e secas, podemos passar à etapa de impermeabilização e vedação do lago.

Impermeabilização e Vedação:

Após a devida cura do concreto, este poderá ser impermeabilizado. O processo consiste em aplicar uma camada de reboco com aditivo impermeabilizante. Contudo, nem sempre o concreto necessitará de impermeabilização, uma vez que o concreto bem feito já é por si impermeável. Em paredes de blocos, a impermeabilização é indispensável.

É importante salientar que o reboco impermeabilizante não pode conter cal e deve ter os cantos arredondados.

A impermeabilização impede a saída da água, mas não impede o contato desta com as paredes. Assim, toda e qualquer parede que contenha cimento irá alterar a reserva alcalina da água, trazendo níveis de pH em torno de 8,0 ou acima disso. Para evitar esse transtorno, é recomendável vedar/isolar as paredes utilizando algum produto como: tinta betuminosa, tinta a base de epóxi, fibra de vidro, verniz próprio ou revestimento cerâmico. No caso das tintas, use as indicadas para caixas-d’água e no caso dos revestimentos cerâmicos, use produtos indicados para piscinas. Não use argamassas comuns, revestimentos residenciais ou rejuntes não específicos para contato com água.

Lago de Alvenaria
Figura 5

Pronto, se você escolheu o lago de alvenaria e efetuou todas as etapas corretamente, com o acompanhamento de um profissional da área, parabéns! Prepare-se para instalar os equipamentos, como bombas e filtros e finalmente povoar seu lago com a vida que lhe dará todo o charme e beleza. Equipamentos, plantas e peixes serão tratados em um capítulo a parte. Aguarde.

*Sifonar: retirar a sujeira decantada no fundo por meio de sucção

Texto e fotos: Célio Maeda

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

One comment on “Construção do Lago de alvenaria

  1. apos á cura úmida do concreto ,qual o prazo para a secagem total do lago e para se completar de água efetivamente ????
    muito obrigado

Os comentários estão fechados.