Substrato para Rosas-do-deserto

Adenium obesum evidenciando o caudex (caule modificado, alargado na base). Foto de Tatters
Adenium obesum evidenciando o caudex (caule modificado, alargado na base). Foto de Tatters
As rosas-do-deserto (Adenium obesum) são nativas de regiões áridas e foram introduzidas no Brasil há pouco tempo, portanto elas permanecem ainda cheias de “mistérios” aos cultivadores. Como é uma planta que não suporta excesso de água, por se tratar de uma suculenta, ela necessita de um substrato específico; e mais importante que a fertilidade deste substrato, é sua capacidade de drenar a água.

Muitos usam areia grossa, funciona, mas o vaso fica muito pesado. A melhor mistura que encontrei, foi com o uso de carvão. O substrato fica leve, cumpre muito bem seu papel de drenar, melhora o desenvolvimento das raízes aerando o meio e é barato, muitas vezes até de graça para quem tem em fornos à lenha, lareira, entre outros. Só devemos evitar o carvão que restou na churrasqueira, pelo excesso de sal que contém.

O carvão é leve, fértil, drenável e ainda ajuda na manutenção da umidade e aeração do substrato. Foto de Richard Allaway
O carvão é leve, fértil, drenável e ainda ajuda na manutenção da umidade e aeração do substrato. Foto de Richard Allaway
Para produzir este substrato, use composto orgânico, enriquecido com farinha de ossos, mais carvão moído (50% de composto orgânico + 50% de carvão moído). O composto orgânico contém os nutrientes essenciais às rosas-do-deserto, além de reter uma certa umidade, e o carvão moído deixará o substrato leve e aerado e ainda contém possui boa porcentagem de potássio, uma macronutriente importante. Além disto, o carvão é resistente à decomposição, aumentando muito a durabilidade do substrato.

O composto orgânico poderá ser substituído por húmus de minhoca (vermicomposto) ou, com menos vantagem, esterco curtido. Já o carvão poderá ser substituído por casca de arroz carbonizada, ou também, com menos vantagem, por casca de árvores. Usando cascas de arvores, a durabilidade do substrato diminui, pois não são tão resistentes à decomposição quanto o carvão.

Uma rosa-do-deserto saudável, produz belas e abundantes florações. Foto de  澎湖小雲雀 沙漠玫瑰實生苗開花
Uma rosa-do-deserto saudável, produz belas e abundantes florações. Foto de 澎湖小雲雀
沙漠玫瑰實生苗開花
Usando este substrato, realize as regas quando ele estiver seco, e adubações de cobertura a cada 40 dias, usando composto orgânico e farinha de ossos.

Espero ter contribuído, pois as adeniuns, assim como grande parte das plantas da nossa flora, produzem lindas flores, além de um lindo caudex (caule modificado), que valoriza ainda mais o visual exótico da planta.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

  • Valgy

    Essas rosa de deserto, aqui em Moçambique é muito comum, mas nao sabia o nome. É é difícil cavar, pois cresce nas zonas argilosas.. Valgy