Tapete-inglês – Polygonum capitatum

O tapete-inglês é uma planta herbácea, reptante e perene, que alcança 15 a 20 cm de altura. Sua ramagem é delicada, de cor castanha e as folhas são lanceoladas, pubescentes, com margens e nervuras vermelhas, coloração bronzeada e com desenhos em “V”. As inflorescências são terminais, globosas, verdes, brancas e rosadas, e despontam acima da folhagem durante o ano todo, mas principalmente durante o verão e o outono.

É uma excelente forração, formando belos tapetes, tanto em áreas ensolaradas como em áreas semi-sombreadas. Sua textura e coloração singulares adicionam charme a diversos estilos de jardins. O tapete-inglês acrescenta rusticidade e naturalidade em bordaduras ao longo de caminhos ou pedras e também pode ser cultivado em vasos e floreiras. Deve-se evitar sua utilização em áreas de intenso tráfego pois não tolera o pisoteio. Em climas temperados perde a folhagem durante o inverno. Adapta-se ao plantio no litoral.

Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia sombra, em solo fértil, bem drenável e preparado com matéria orgânica, com regas periódicas. Uma boa medida para o plantio é 4 mudas por metro quadrado para a formação de um denso tapete. Tolerante a curtos períodos de seca. Exige pouca manutenção, apenas podas para controlar o crescimento e adubações anuais. Aprecia o frio subtropical ou mediterrâneo, desenvolvendo-se melhor nestas regiões. Multiplica-se por divisão da ramagem enraizada e espontaneamente por sementes.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *