Samambaia-americana – Nephrolepis exaltata

 Nephrolepis exaltata, Lâmina-de-espada, Samambaia-de-boston, Samambaia-espada

Foto: Kor!An

As samambaias-americanas são plantas herbáceas, rizomatosas, com folhas longas (frondes) subdivididas em folíolos lisos e retilíneos. De coloração verde clara, elas apresentam aspecto compacto, com frondes novas semi-eretas e as mais velhas pendentes. Normalmente formam touceiras volumosas, demonstrando sua bela textura.

As samambaias-americanas fizeram e fazem muito sucesso na decoração de interiores, sendo uma das plantas ornamentais mais vendidas no Brasil. As cultivares atuais, vendidas em supermercados e floriculturas são resultantes de melhoramentos genéticos realizados na cidade de Boston, nos Estados Unidos. Há dúzias de variedades e elas podem ser muito variadas no tamanho, rusticidade, aspecto, cor e textura, entre outras características.

Esta samambaia é utilizada em vasos e jardineiras suspensas, protegidas por coberturas, como em varandas, salas de estar, terraços. Comumente é plantada em vasos de xaxim, fato este condenável atualmente, devido ao perigo de extinção do xaxim.

Algumas alternativas estão sendo estudadas em substituição a este substrato, como os vasos de fibra de côco, por exemplo. No entanto, os apreciadores das samambaias e outras epífitas, afirmam que estes substratos ainda não apresentam as mesmas qualidades do xaxim. Com certeza, em pouco tempo a ciência chegará a fórmula do substrato ideal, e ecologicamente correto. Até lá, é nosso papel respeitar o xaxim e experimentar novos substratos e combinações.

A iluminação ideal para as samambaias-americanas é a meia-sombra, mas também podem receber iluminação indireta, difusa. São plantas rústicas e que não gostam de frio intenso, mas são capazes de tolerar o clima subtropical. Os vasos devem ser irrigados com freqüência, porém devem ser bem drenados. A alta umidade do ar também as favorece, e pulverizações periódicas são importantes principalmente quando o tempo está seco. Fertilizações foliares, ricas em nitrogênio, a cada 15 dias contribuem para um verde sempre vibrante. Multiplicam-se por divisão das touceiras, preservando frondes, rizoma e raízes em cada muda. Crescer as mudas novas em estufas.

Raquel Patro é editora do site Jardineiro.net e uma pessoa totalmente fascinada pela natureza, principalmente por plantas e jardins. Criou o site Jardineiro.net para disseminar sua paixão, contagiando novos adeptos e entusiasmando os antigos.

Publicado em Diretório de Plantas

Newsletter

Receba grátis as novidades
do Jardineiro.net no seu e-mail

Seja nosso fã