Rainha-da-noite – Hylocereus undatus

 Hylocereus undatus, Cardo-ananaz, Cato-barse, Dama-da-noite, Flor-da-lua, Pitaia, Pitaia-vermelha, Pitaia-vermelha-de-polpa-branca

Foto: Justin

Como o nome já diz, a rainha-da-noite abre suas belas flores brancas com centro amarelo somente ao escurecer e, apenas no verão. Além disso é um excelente porta-enxerto para outras cactáceas. Pode ser plantada em vasos, ou entre fendas de pedras e árvores como epífita, onde se fixa através de suas raízes aéreas. Seus frutos saborosos e exóticos são muito procurados, apresentam polpa branca e casca rosa. Diz-se ainda que tem poderes medicinais.

As rainhas-da-noite devem ser cultivadas a pleno sol ou meia-sombra, em substrato leve, próprio para epífitas e misturado com terra de jardim e matéria orgânica. Não aprecia o frio e deve ser regada periodicamente. Multiplica-se por sementes e estaquia.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

  • Maria Petronilho

    Plantei uma Rainha-da-Noite numa varanda envidraçada, que recebe o sol da manhã. Cresceu, cresceu, cresceu…Mas nunca deu flor! Tornou-se imensa, tive de cortá-la em pedaços, espalhava-se rente ao teto, e tive de a deitar fora. Dei mudas a todas as pessoas que as quiseram. No hipermercado vendem frutos desta planta, caríssimos mas deliciosos.