Planta-coração – Hoya kerrii

 Hoya kerrii, Cacto-coração, Flor-de-cera

Foto: Raquel Patro

A planta-coração é uma trepadeira herbácea, epífita e suculenta, que como o nome diz, tem folhas em formato de coração. Por este motivo, essa flor-de-cera é conhecida e cultivada no mundo todo. Os ramos produzem raízes aéreas, que em seu habitat, são responsáveis por absorver nutrientes da matéria orgânica acumulada nas forquilhas das árvores. As folhas são cordiformes, brilhantes, opostas e de cor verde clara. Ocorre ainda uma forma variegada, com as margens das folhas de cor branco-creme. Como outras flores-de-cera, sua inflorescência é do tipo umbela, pendente e muito durável. Floresce no verão, apresentando numerosas flores cerosas, pequenas, hirsutas e com perfume suave. As flores são uma sobreposição de duas estrelas. A maior, na base é a corola, enquanto a menor, no ápice é a corona. A corola é branca e a corona é vermelha.

Há duas principais formas de plantar e utilizar a planta coração. A primeira e mais comumente vista em viveiros é fazendo uma estaquia das folhas, em pequenos vasos, da mesma forma como na foto do artigo. Assim o formato de coração da folha é valorizado. A segunda, que geralmente se segue à primeira depois que adquirimos a planta, é deixá-la crescer livremente como trepadeira, replantando em um vaso maior e oferecendo-lhe algum suporte, como treliças, grades, cercas, etc. Inicialmente o crescimento da planta-coração é bastante lento e em fases. Depois que ela cresce um pouco e apresenta uma dezena de folhas, seu crescimento vai tornando-se gradativamente mais rápido e intermitente. Pode demorar anos para florescer pela primeira vez. É ideal para pátios, varandas e interiores bem iluminados.

Deve ser cultivada sob meia sombra ou luz difusa, em solo drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Não tolera encharcamento, apodrecendo rapidamente as raízes. Aprecia o calor tropical. Reduzir as regas no inverno. Aprecia fertilização orgânica leve na primavera e verão. O sol direto provoca queimaduras nas folhas. Aprecia vasos apertados. Multiplica-se facilmente por estaquia de ramos ou folhas, postas a enraizar em substrato humoso e drenável, mantido úmido.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

  • Maria do Carmo Vieira da Silva

    Eu tenho uma muda nova, que comecei com um galho de molho até criar raízes!
    Deu uma flor enquanto estava de molho! Acho que já tinha o botãozinho e eu nem notei! Está com quase um ano! Não vejo hora que floreça!