Nêspera – Eriobotrya japonica

A nespereira é uma arvoreta perenifólia, frutífera, originária do Japão e conhecida em diversas partes do mundo pelos seus saborosos frutos. Apresenta tronco curto e avermelhado, com copa arredondada e ramagem nova recoberta por lanugem. Em altura pode alcançar até 10 metros, mas geralmente não ultrapassa os 4 metros. Suas folhas são alternas, lanceoladas, simples, verde-escuras, coriáceas, com margens denteadas e com densa lanugem de cor amarelo-amarronzada na página inferior. As folhas jovens, apresentam pubescência em toda sua extensão. Mas estes pelos caem gradualmente com a maturação das folhas. Um dos fatos mais interessantes sobre esta espécie, é que ela produz na entressafra da grande maioria das espécies frutíferas. Sua floração ocorre no outono e início do inverno, enquanto que sua frutificação dá-se no inverno e início da primavera. As flores são pentâmeras, brancas, perfumadas e surgem em inflorescências terminais do tipo panícula, em número de 3 a 10.

O fruto que se segue é do tipo baga, de cor amarela, laranja ou rosada, piriforme ou globular, e contém de 1 a 5 sementes grandes. Conforme vão amadurecendo, os frutos vão perdendo gradativamente os pelos que recobrem sua fina casca. A nêspera é doce, suculenta, ácida e rica em pectina. Ela pode ser consumida in natura ou em sucos, compotas, geléias, licores, tortas, etc.

A nespereira é uma árvore bastante interessante para pomares domésticos, pois além de ornamental e frutífera, ela é muito resistente as pragas e doenças, não exigindo a aplicação de defensivos químicos, ao contrário de outras frutíferas mais populares. A criançada adora subir nesta árvore e puxar os seus ramos para comer os frutos direto do pé. É também uma opção excelente para atrair a avifauna silvestre para o quintal. Sua copa cheia e folhas grandes conferem sombra e um visual bastante tropical ao jardim.

Deve ser cultivada sob sol pleno, em solo fértil, neutro, profundo, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente nos primeiros anos de implantação. Depois de bem estabelecida é resistente à curtos períodos de estiagem. Fertilizações semestrais com adubos químicos e orgânicos são importantes para uma boa produção de frutos. Podas de formação e limpeza podem ser efetuadas sem problemas. O desbaste dos frutos em excesso promove a formação de frutos maiores e mais saudáveis. Outra medida que devemos tomar em cultivos comerciais é o ensacamento dos frutos, para evitar assim o ataque de pragas e formação de manchas sobre os frutos. Multiplica-se principalmente por estaquia e enxertia, que pode ser realizada sobre cavalo de nespereira ou marmeleiro.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Medicinal:

  • Indicações: Dores de garganta, Tonsilite, Gripes, Resfriados, Laringite, Diabetes, Doenças da pele, Diarréias
  • Propriedades: Expectorante, Hipoglicemiante, Antidiarréico, Estomáquico
  • Partes Utilizadas: Frutos, Folhas

Alerta:

Como em outras plantas da mesma família, as folhas novas e as sementes contém pequenas quantidades de cianeto. Se ingeridos em grandes quantidades podem provocar intoxicações.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *