Magnólia-amarela – Magnolia champaca

 Magnolia champaca, Champaca, Champaca-laranja , Champaca-fragrante , Magnólia

Foto: Aruna

A magnólia-amarela é uma árvore perenifólia a semidecídua, ornamental, originária do sudeste asiático e conhecida em todo mundo pelo delicioso perfume de suas flores. É considerada de porte médio, sendo que em cultivo ela alcança até 30 metros de altura, mas em seu habitat pode chegar a 50 metros, com até 1,9 metros de diâmetro de tronco. Seu tronco pode ser múltiplo ou único, com copa inicialmente piramidal que com o tempo vai adquirindo um formato umbeliforme (guarda-chuva). Suas folhas são ovadas a lanceoladas, alternas, grandes e brilhantes, com estípulas na base. As flores são formadas por 15 tépalas recurvadas nas pontas e numerosos estames. Elas podem ser brancas, amarelas ou amarelo-pálidas, de acordo com a variedade e seu perfume pode ser sentido à distância. Os frutos são formados por carpelos elipsóides a obovados, deiscentes, que produzem de duas a quatro sementes. As sementes são recobertas por arilo e muito atrativas para os passarinhos.

Detalhe dos frutos. Foto de Kanoak
Detalhe dos frutos. Foto de Kanoak
No paisagismo, a magnólia-amarela pode ser aproveitada isolada ou em grupos, adequando-se bem a estilos orientais e tropicais. Em grupos, pode formar renques ou pequenos bosques, em grandes áreas, sempre ao longo de caminhos e estradas, onde seu perfume possa ser valorizado. Da mesma forma, plante-a isolada em locais de passagem, para que os transeuntes possam observar as flores e sentir o aroma. Cuide para não localizá-la muito próximo de janelas e portas de quartos, pois o forte perfume pode incomodar pessoas mais sensíveis. Na Índia ela é considerada sagrada, sendo plantada no entorno de templos, tanto budistas como hindus. De sua madeira, de textura fina, cor escura, moderada resistência e forte aroma, são fabricados brinquedos, caixas, objetos de arte, móveis e utensílios, além de ser aproveitada na construção civil. Das flores da magnólia-amarela é extraído um óleo essencial de rica fragrância, utilizado na indústria da perfumaria. Ela é uma das notas presentes no famoso perfume “Joy“, de Jean Patou. As flores ainda são utilizadas em colares típicos (leis), para adornar o cabelo das mulheres e enfeitar ambientes e espelhos d’água.

Deve ser cultivada sob sol pleno, em solo fértil, profundo, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente no primeiro ano de implantação. Apesar de ser uma árvore tropical, a magnólia-amarela pode tolerar geadas leves depois de bem estabelecida, tornando-a própria também para o clima subtropical do sul do país e o tropical de altitude de alguns municípios. Multiplica-se por alporquia e por sementes, postas a germinar na primavera. As sementes devem ser colhidas quando os frutos estão prestes a abrir, antes de caírem no chão. Elas precisam ser escarificadas em água para remoção de todo o arilo, que contém inibidores da germinação. Após a escarificação plante em substrato arenoso, mantendo a umidade constante. A germinação ocorre entre um a dois meses após o plantio, com taxa de 20 a 30%.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Medicinal:

  • Indicações: Regular a menstruação, Infecções da garganta, Febre, Artrite, Reumatismo, Anticoncepcional, Recuperação no pós-parto, Inseticida, Tumores, Micoses
  • Propriedades: Inseticida, Anti-tumoral, Fungicida, Estimulante, Tônico, Diurético
  • Partes Utilizadas: Raízes, Casca das raízes, Folhas, Flores, Sementes

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *