Lírio-do-brejo – Convallaria majalis

 Convallaria majalis, Convalária, Lírio-convale, Lírio-de-maio, Lírio-do-vale

Foto: Mako

O lírio-do-brejo é uma planta herbácea, rizomatosa e de pequeno porte, alcançado cerca de 25 cm de altura. O rizoma é horizontal, espesso e responsável pelo espalhamento da planta. As folhas crescem aos pares, elas são muito largas, lisas, brilhantes e apresentam forma oval. Sua disposição ereta e sua leve concavidade facilitam o rápido escoamento da água até as raízes da planta. As florzinhas brancas, delicadas e perfumadas despontam pendentes em inflorescências eretas. Estas flores são cerosas, em forma de sino e formam-se na primavera. Ricas em néctar, elas são muito atrativas para as abelhas. Os frutos que se seguem à polinização são bagas pequenas e vermelhas, com sementes duras.

O lírio-do-brejo é apropriado para canteiros e bordaduras em locais sombreados, da mesma forma que torna-se uma excelente forração onde a grama não vegeta por conta da umidade e da sombra. É uma planta muito rústica e exige pouquíssima manutenção depois de bem estabelecida. Pode ser plantada em vasos, jardineiras ou como flor-de-corte, para a confecção de buquês. Ocorrem ainda variedades como: ‘Rosear’ (de flores rosadas), ‘Aureo-variegatum’ (de folhas verde-amarelas), ‘Prolificans’ (de flores dobradas) e ‘Fortunei’ (de porte maior). Esta planta pode se tornar invasiva em algumas situações.

Das flores do lírio-do-brejo extraem-se essências utilizadas na indústria da perfumaria. Já a indústria farmacêutica aproveita a planta inteira na fabricação de medicamentos indicados para doenças cardiovasculares.

Deve ser cultivada sob meia-sombra, em solo fértil, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Não aprecia adubações químicas. A poda das folhas no final do inverno estimula a renovação da folhagem. Tolerante a pequenos períodos de estiagem. Aprecia o clima ameno. Multiplica-se por sementes, divisão da planta ou dos rizomas enraizados.

Alerta:

A planta, seu chá ou extratos não devem ser consumidos sem acompanhamento médico pois trata-se de uma espécie muito tóxica que pode levar a morte.

Raquel Patro é editora do site Jardineiro.net e uma pessoa totalmente fascinada pela natureza, principalmente por plantas e jardins. Criou o site Jardineiro.net para disseminar sua paixão, contagiando novos adeptos e entusiasmando os antigos.

Publicado em Diretório de Plantas Marcado com:

Newsletter

Receba grátis as novidades
do Jardineiro.net no seu e-mail

Seja nosso fã

Eventos

  • Expoflora 2014

    Expoflora 2014

    A Expoflora acontece de 29 de agosto até 28 de setembro e é a maior exposição de flores e plantas ornamentais da América Latina, realizada anualmente para dar as boas-vindas…Leia …Leia mais ›