Cebolinha-francesa – Allium schoenoprasum

Compartilhe:

A cebolinha-francesa é uma planta herbácea, condimentar e ornamental de origem europeia. É também uma bulbosa e cresce formando densas touceiras. Apresenta bulbo alongado, pequeno e branco, e suas folhas são cilíndricas e fistulosas, com cerca de 30 cm de comprimento e cor verde escura. A floração ocorre na primavera e verão, evidenciando inflorescências do tipo umbela, bastante ornamentais, que parecem pequenos pompons acima da folhagem. As flores são hermafroditas e apresentam brácteas papiráceas, cor-de-rosa. Elas são nectaríferas, atraindo abelhas e borboletas.

A cebolinha-francesa não deve ser confundida com a cebolinha comum (Allium fistulosum), de origem asiática. A espécie francesa apresenta aroma mais suave e folhas menores e mais delicadas. Apesar disso, a espécie europeia pode ser utilizada nas mesmas preparações que a comum, pois tem aroma semelhante. No entanto, é mais frequente ela figurar adornando pratos de alta gastronomia do que sua irmã comum, por sua delicadeza. Use a cebolinha-francesa em sopas, saladas frescas ou de batatas, omeletes, molhos, patês, manteiga, queijos, suco de tomate, arroz e carnes assadas. Nas preparações que exigem cozimento, deixe para salpicar a cebolinha no final, assim ela preserva o máximo de sua cor, aroma e sabor. Pelo mesmo motivo, prefira utilizá-la fresca a desidratada. As flores também são comestíveis e são ótimas para enfeitar os pratos.

Não obstante todo o seu valor na cozinha, ela ainda tem um bom apelo paisagístico. É uma planta perene, com touceiras cheias, que lembram tufos de grama, além da floração atraente. Com ela podemos formar maciços, bordaduras ou conjuntos com outras plantas, em variados estilos de jardins, entre os rochosos, clássicos formais ou informais e opções contemporâneas também. Também pode ser plantada em vasos e jardineiras, em varandas ou sob a janela da cozinha, bem à mão do cozinheiro.

Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia sombra, em qualquer tipo de solo, preferencialmente drenável, fértil, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Fertilize bimestralmente, de preferência com adubos orgânicos, se for para consumo da família. Multiplica-se facilmente por divisão das touceiras ou por sementes. A germinação ocorre entre 6 a 14 dias. Após o plantio por sementes, as cebolinhas estarão prontas para a colheita em cerca de quatro meses. Por ocasião da colheita corte as folhas sempre à 2 cm do solo. Assim, estimula-se novas brotações e o bulbo é preservado. As podas periódicas ajudam a prevenir que a planta floresça também.

Compartilhe:

Conte-nos sobre sua experiência com esta espécie

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Publicado em Diretório de Plantas

Newsletter

Receba grátis as novidades
do Jardineiro.net no seu e-mail

Seja nosso fã

Visite o perfil de Jardineiro.net no Pinterest.