Canudo-de-pito – Senna bicapsularis

O Canudo-de-pito é um arbusto ou arvoreta florífero, decíduo e tropical, nativo da América do Sul. Apresenta porte pequeno e copa arredondada e aberta, muitas vezes  com ramagem escandente e até trepador. Alcança em torno de 3 metros de altura com 2 metros de largura. Suas folhas são pinadas, com 3 a 5 pares de folíolos cada. Os folíolos tem formato obovado a elíptico e são glabros. As flores surgem no fim do verão e no outono, reunidas em inflorescências axilares do tipo rácemo. Elas são pentâmeras, de cor amarelo ouro e com longos estames recurvados. O fruto que se segue é do tipo vagem, deiscente e amadurece no inverno.

O canudo-de-pito é uma espécie versátil que pode se encaixar em diversas funções no paisagismo. Faz às vezes de arbusto, arvoreta e até mesmo como trepadeira se conduzida como tal. Sua floração abundante entra em cena quando a maioria das outras árvores já floresceu, trazendo novamente graça ao jardim. Devido ao pequeno porte, pode ser plantada em calçadas, canteiros centrais ou pequenos jardins. Seu cultivo é muito interessante quando se deseja atrair borboletas, pois tanto a folhagem serve de alimento para as lagartas, quanto as flores para os adultos. Exige pouca manutenção, que se restringe a adubações semestrais, além de eventuais  podas de formação e limpeza. Cresce rápido. Para um visual mais cheio e uma boa estrutura, convém imprimir podas de formação regularmente durante o crescimento.

Deve ser cultivado sob sol pleno, em solos preferencialmente leves, enriquecidos com matéria orgânica e irrigados regularmente. Não tolera frio intenso, encharcamento ou estiagem prolongada. Pode tolerar a meia sombra, mas florescerá bem menos nessa situação. É uma planta  elegível para cultivo no litoral, pois tolera certa salinidade e prefere solo arenoso. Multiplica-se por sementes postas a germinar assim que colhidas. Colha as sementes das vagens que já estiverem abertas ou se abrindo.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Alerta:

Esta espécie pode se tornar invasiva em determinadas situações.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo