Cacho-de-marfim – Buckinghamia celsissima

O cacho-de-marfim é uma árvore perenifólia, florífera e muito ornamental, originária das florestas tropicais ao norte de Queensland, na Austrália. De porte médio a grande, ela alcança em seu habitat, cerca de 30 metros de altura. Já em cultivo, raramente ultrapassa 8 metros. Apresenta copa arredondada, com 2 a 5 metros de diâmetro, e tronco elegante, de casca marrom a cinzenta. Apresenta folhas elípticas, inteiras, de nervura central bem marcada e cor verde-escura, brilhante, com a página inferior esbranquiçada e com textura aveludada. Floresce no verão, despontando longas e cilíndricas inflorescências, do tipo rácemo, pendentes e terminais, com flores de cor creme e estames curvilíneos. O frutos que se formam em seguida são folículos lenhosos, de cor marrom.

Foto de Tatiana Gerus
Foto de Tatiana Gerus
No paisagismo, o cacho-de-marfim é uma opção bastante interessante, por sua resistência, baixa manutenção e beleza extraordinária durante a floração. Devido ao seu crescimento restrito em cultivo, é ideal para plantar ao longo de passeios e outras áreas urbanas. Pode ser utilizada isolada, em renques ou formando pequenos grupos. É bastante atrativa para os insetos no florescimento e fornece sombra aprazível durante o ano inteiro. Ainda rara em cultivo no Brasil, está no entanto, demonstrando boa adaptação ao nosso clima e solos.

Deve ser cultivada sob sol pleno, em solo drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente no primeiro ano de implantação. Não tolera solos encharcados, mas é bastante exigente em água. Assim não é muito adequada a áreas com chuvas irregularmente distribuídas, com períodos secos muito marcados e longos. Tolera sombreamento parcial. Não resiste a geadas fortes, principalmente quando jovem, mas depois de bem estabelecida é capaz de tolerar geadas eventuais. O frio e a carência de água reduz o crescimento da planta, que pode não ultrapassar o porte arbustivo. Esta espécie dispensa podas, mas pode ser podada sem problemas, por quem desejar lhe impor um formato específico. Multiplica-se por sementes, mas principalmente por estaquia dos ramos semilenhosos. O florescimento se inicia cerca de 3 a 5 anos após o plantio.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo