Araticum – Annona spp

As árvores da família Annonaceae são conhecidas pela produção de seus frutos exóticos e deliciosos. São árvores de médio e pequeno porte, alcançando até 10 metros de altura e 40 cm de diâmetro de tronco, de acordo com a espécie. As folhas são lisas, alternas, ovaladas a lanceoladas, cerosas, com margens lisas e nervuras bem marcadas. As flores são discretas, com seis pétalas livres entre si, de coloração creme ou verde ferrugínea.

Os frutos tem um aspecto rústico, com formato de pinha, e apresentam tamanhos variados, desde pequenos com 250 gramas de peso como a fruta-do-conde (Annona squamosa), até pesados frutos de 10 kg de graviola (Annona muricata). A casca dos frutos é áspera e esverdeada e a polpa é geralmente branca e macia. As sementes são em geral numerosas, brilhantes e castanhas, com cerca de 1,5 cm de comprimento.

Os frutos dos araticuns são muito versáteis, apreciados e podem em geral ser consumidos in natura, ou na forma de sucos, geléias, shakes, sorvetes, licores, doces ou como legume, cozidos, assados ou fritos. A atemóia, árvore híbrida entre a fruta-do-conde (A. squamosa) e a cherimóia (A. chermolia) tem excelentes características produtivas como fruta de mesa, produz um número menor de sementes e polpa doce, mole, suave, perfumada e levemente ácida.

Os araticuns devem ser cultivados sob sol pleno, apreciando solos calados, leves e bem drenados, plantados em covas espaçosas e bem preparadas com esterco de curral curtido, húmus de minhoca e farinha de ossos. A produção inicia-se normalmente após o 3 ano do plantio e as adubações devem ser anuais, ricas em fósforo e potássio para boas frutificações. O desbaste dos frutos menores, poupa a planta e melhora a qualidade geral dos frutos. A maioria das espécies se multiplica por sementes, no entanto para obter plantas e frutos mais uniformes, saudáveis e de qualidade, em produções comerciais recomenda-se a enxertia ou a estaquia.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Medicinal:

  • Indicações: verminoses, reumatismo, cólicas, disenteria
  • Propriedades: emoliente, antiinflamatório, anti-reumático, rica em vitamina C
  • Partes Utilizadas: folhas, frutos, sementes

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo