Afelandra – Aphelandra squarrosa

 Aphelandra squarrosa, Afelandra-zebra, Espiga-dourada, Planta-zebra

Foto: Tanakawho

A afelandra é uma planta florífera, de textura herbácea, geralmente com 50 a 90 cm de altura, muito utilizada na decoração de ambientes internos. Ela apresenta folhas grandes, ovais, acuminadas, glabras e de coloração verde-escura, com nervuras bem marcadas, brancas ou amareladas, de acordo com a variedade. As inflorescências são do tipo espiga, terminais e eretas. Elas surgem na primavera e verão e são formadas por brácteas amarelas e brilhantes e flores tubulares, labiadas, amarelas ou brancas.

As principais variedades de afelandra são: ‘Louisae Van Houtt’ (pequeno porte, boa para vasos, folhas com veias amarelas e espiga dourada), ‘Leopoldii’ (de folhas com veias brancas, caule avermelhado e brácteas vermelhas), ‘Brockfeld’ (de crescimento compacto e folhas de veias amarelas), ‘Fritz Prinsler’ (de folhas verde oliva, com nervuras amarelas), ‘Dania’ (planta da foto, compacta, de veias brancas ou creme e caule avermelhado). ‘Ivo’ (de cor verde escuro), ‘Silver Queen’ (de tonalidades mais claras).

Deve ser cultivada sob meia sombra ou luz difusa, em substrato bem drenável, leve, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Não tolera o frio ou ventos. Aprecia adubações a cada 15 dias nos meses quentes. Em regiões tropicais, a afelandra pode ser cultivada diretamente no jardim, formando belos maciços e renques junto a muros, em canteiros bem adubados. Em lugares de clima frio, ela apreciará o cultivo em vasos e jardineiras, em locais protegidos dentro das residências ou em casas de vegetação. Multiplica-se por estacas postas a enraizar em estufas úmidas, ao final do inverno.

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo