Paisagismo Sustentável – Manutenção

Foto de Niclas Lindh
Foto de Niclas Lindh

O design do paisagismo afeta o tipo de manutenção necessária para dar suporte às vidas e à saúde das espécies plantadas no local, bem como a frequência e os métodos da manutenção da área externa. O paisagismo então acaba sendo uma fonte de sujidades que entram no edifício.

Em áreas vegetadas próximas a áreas de circulação de pedestres, considere usar plantas que soltam poucas folhas, flores ou sementes para minimizar a manutenção nesses locais. Conheça os tipos de vegetação que liberam alérgenos (substâncias que causam alergia) que possam afetar os ocupantes do edifício. Evite plantas que possam abrigar pestes próximas ao edifício.

Considere a coordenação com o pessoal de operação e manutenção, tanto do edifício como do paisagismo, para manter o plano de gerenciamento do paisagismo sustentável e o plano deve incluir o seguinte:

  • Uma lista de todas as espécies utilizadas no paisagismo, com anotações sobre quais são nativas e quais são adaptadas
  • Informação sobre espécies invasivas ou pragas e doenças que possam aparecer no paisagismo
  • Melhores práticas de manutenção para as plantas escolhidas
  • Mapa local mostrando os limites de áreas de habitat natural preservado ou restaurado que não deve ser perturbado durante a manutenção ou em futuros projetos no local.

É importante envolver o pessoal da manutenção do prédio, além do pessoal contratado para o paisagismo, na manutenção das áreas ajardinadas. Foto de Elvert Barnes
É importante envolver o pessoal da manutenção do prédio, além do pessoal contratado para o paisagismo, na manutenção das áreas ajardinadas. Foto de Elvert Barnes
Para os primeiros 2 ou 3 anos, regas e adubos podem ser necessários para estabelecer as plantas instaladas. Uma vez estável, as plantas nativas ou adaptadas requerem menos manutenção, então a água e fertilizantes devem ser reduzidos ou ate suprimidos. Algumas espécies requerem podas de manutenção. Esse resíduo pode ser utilizado como biomassa para queima em fornos ou para fabricação de adubo natural, através da compostagem por exemplo.

O corte de rasteiras para o outono não deve ocorrer antes que as sementes de plantas anuais estejam maduras o suficiente para brotarem na primavera novamente.

Planejar um paisagismo dá muito prazer, mas a ideia é fazê-lo durar, crescer e ocupar o espaço. A manutenção é super importante, tanto para manter a beleza como a saúde do jardim. Assim, planejar esse processo é imprescindível para que a arte do paisagista seja sempre admirada e valorizada ao longo do tempo.

Um abraço verde

Artigo anterior: Paisagismo Sustentável – Recuperação de Ambientes
Próximo artigo: Paisagismo Sustentável – Maximização dos Espaços Abertos

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo