Glossário

Compartilhe:
  • C  (continua)

  • Coroamento

    É a retirada da vegetação do entorno de uma planta para diminuir a competição por nutrientes e luz.

  • Corola

    É o conjunto de pétalas da flor. Geralmente é colorida, sendo a parte mais vistosa da flor.

  • Cova

    Abertura de um buraco feita no solo com o objetivo de plantar uma muda ou para colocação de sementes.

  • Crassa

    Ver carnosa.

  • Crucífera

    Família de plantas superiores, quase todas herbáceas, com flores racemosas, providas de quatro sépalas e pétalas, e quatro estames, dispostos dois a dois, sendo os internos mais longos. Ovário súpero, bilocular; o fruto é uma síliqua. Existem cerca de 3.000 espécies, próprias dos países temperados e frios, muitas delas comestíveis, como a couve e o repolho, e outras ornamentais.

  • Cruzamento

    Reprodução entre plantas de variedades diferentes ou espécies não pertencentes ao mesmo gênero.

  • Cuneiforme

    Folha em formato de cunha, com a base estreita.

  • D

  • Decepa

    Corte severo realizado em uma árvore, normalmente utilizada para estimular a formação de brotos na parte superior do tronco.

  • Decídua

    Denominação botânica para plantas que perdem as folhas em determinada época do ano. Normalmente durante a estação mais fria e seca. Sinônimo: Caduca, caducifolia, deciduifolia.

  • Decote

    Corte de toda parte superior da copa, dos brotos ou rebentos das touças de uma árvore ou arbusto, ficando praticamente só o tronco.

  • Defensivo agrícola

    Substância de origem biológica, química ou física, simples ou compostas, que tem a finalidade de proteger uma cultura contra o ataque de qualquer tipo de vida animal ou vegetal ou de outro agente nocivo às plantas e/ou seus produtos.

  • Déficit hídrico

    Quantidade de água que falta para satisfazer as necessidades de uma população vegetal. Diferença para menos entre as necessidades de água de uma população vegetal e a quantidade que lhe é oferecida.

  • Deiscentes

    Frutos que se abrem espontaneamente após a maturação, liberando as sementes. São normalmente secos. Ex. Feijão.

  • Deltóide

    Folha em formato triangular.

  • Dendrologia

    Estudo da identificação e classificação sistemática das árvores.

  • Dendrometria

    Parte da silvicultura que estuda a forma, dimensão e idade das árvores e povoamentos florestais.

  • Derriça

    Utilizada na colheita de vários grãos e frutos que consiste em processos mecânicos de derrubar os grãos ou frutos no chão e posteriormente apanhá-los e transportá-los para outro local para efetuar algum processamento.

  • Desbaste

    Cortes culturais e de intervenção, onde se selecionam as plantas que serão removidas e as que permanecerão, de modo que o povoamento atinja as características desejadas.

  • Desbrota

    É a poda, normalmente feita de forma manual, na qual se retiram os brotos inúteis e os laterais em excesso, deixando apenas os melhores e mais bem distribuídos, permitindo assim, melhor conduzir seu crescimento e não sobrecarregar a planta.

  • Desfolhação

    Quedas das folhas das árvores em determinados períodos, motivadas por uma situação climática adversa ou pela aplicação de um produto químico ou orgânico (desfolhante).

  • Despontar

    Remoção da bicada ou ponta de uma árvore vivas. Separar o tronco da copa de uma árvore.

  • Desrama

    Operação que consiste na libertação artificial ou natural de ramos mortos ou de ramos que recebem pouca luz em árvores vivas.

  • Destoca

    Remoção dos restos de tocos de árvores cortada anteriormente.

  • Detritívora

    Característica de animais, bactérias, fungos e plantas minúsculas, capazes de transformar palhas e outros materiais em matéria orgânica.

  • Dicásio

    Tipo de inflorescência em que a raque subdivide-se em duas partes uma ou mais vezes, portando as flores nas extremidades.

  • Digitiforme

    Folha com lobos em forma de dedos.

  • Dióica

    Denominação para plantas que apresentam flores de um único sexo, ou seja, os sexos se encontram separados em indivíduos diferentes, ocorrendo exemplares machos e exemplares fêmeas. Ex.: Kiwizeiro.

  • Dispersão

    Faculdade que têm os seres vivos de se propagarem pela biosfera, aumentando seu domínio e facilitando a cada espécie proliferar e encontrar novos meios onde possa viver de acordo com suas adaptações.

  • Dormência

    Estado de latência ou repouso que as sementes possuem depois de atingirem a sua maturidade fisiológica, no qual suas funções vitais se encontram virtualmente paralisadas. Suspensão temporária do crescimento de uma planta ou de uma de suas partes. Contribui para perpetuação da espécie através da adaptação de indivíduos ou uma de suas partes durante um período de tempo, resistindo a condições adversas do ambiente, passando ao estado de vida latente, para retornar à vida ativa logo que estas condições se modifiquem.

  • Dossel

    Ver copa.

  • Drenagem

    Processo de eliminação do excesso de água ou umidade do solo através de poros, canais ou dutos tornando-o apto para o cultivo ou outros fins.

  • Drupa

    Drupa é um tipo de fruto carnoso, com apenas uma semente. Ex. Pêssego.

  • E

  • Ecologia

    Ramo da Biologia que estuda os seres vivos nas suas relações mútuas com o meio ambiente.

  • Ectoparasita

    Parasita que vive na superfície do hospedeiro, como muitos fungos e as ervas-de-passarinho, que obtêm o alimento por meio de haustórios, os quais penetram no interior do organismo parasitado.

  • Edafologia

    Ciência que estuda a influência dos solos em seres vivos, especialmente nas plantas.

Compartilhe:

Newsletter

Receba grátis as novidades
do Jardineiro.net no seu e-mail

Seja nosso fã

Visite o perfil de Jardineiro.net no Pinterest.