14. Planejando seu jardim: O nivelamento

O nivelamento é uma etapa relevante pré-construção e deve ser executada sempre levando em consideração o paisagismo. Foto de Joe Johnson
O nivelamento é uma etapa relevante pré-construção e deve ser executada sempre levando em consideração o paisagismo. Foto de Joe Johnson

Se o seu jardim já é nivelado e até mesmo parcialmente ajardinado, você provavelmente não desejará alterar seus contornos. Mas, se o nivelamento final ainda não foi feito, você tem a possibilidade de criar a topografia mais apropriada para o seu projeto de paisagismo.

Atualmente, o melhor momento para refletir sobre uma mudança na topografia do seu terreno é antes de iniciarem as obras de construção. Este também é a melhor hora para decidir quais árvores e outras plantas já existentes deverão ser salvas. Árvores e arbustos adultos adicionam grande valor às propriedades residenciais, além de proverem economia na hora de montar sua planilha de gastos com paisagismo. Além disso, a preservação delas reduz o custos com licenciamentos ambientais.

Cuide que as árvores fiquem bem protegidas no caso de obras ou reformas. Foto de Monado
Cuide que as árvores fiquem bem protegidas no caso de obras ou reformas. Foto de Monado

Se você deseja manter plantas existentes no seu projeto, providencie que elas sejam protegidas antes da construção iniciar. Os equipamentos e máquinas pesadas, além do transito de caminhões entregando materiais pode danificar e matar árvores por compactação do solo entorno de suas raízes. Uma simples cerca instalada na circunferência de projeção da copa irá proteger tantos as raízes como o tronco de eventuais danos.

Se você alterar o nível do solo entorno de uma árvore já estabelecida, você deve evitar alterar a ventilação, aporte de água e nutrientes que chegam até ela. Ainda assim, saiba que as árvores são muito sensíveis à quantidade de solo sobre suas raízes. A falta ou excesso pode ocasionar até a morte da planta.

Corrigir os desníveis com escadarias cria belas possibilidades no jardim. Foto de Nancy Nikko
Corrigir os desníveis com escadarias cria belas possibilidades no jardim. Foto de Nancy Nikko

Durante o nivelamento, o solo mais superficial e rico deve ser estocado longe do local onde será realizada a construção. Para proteger este importante solo da erosão, por um curto período de tempo, espalhe sementes de forrageiras anuais como aveia por exemplo. Quando a construção por finalizada, o solo de superfície (“topsoil”) deverá ser espalhado por todo o terreno. Uma camada de 10 a 15 centímetros é o ideal, mas 5 cm já são bons se forem incorporados nos primeiros 15 cm de solo.

Pequenas colinas, depressões, entre outras alterações no contorno, que sejam grandes o suficiente para requerirem o uso de escadas ou muros de arrimo, auxiliam na criação de um projeto de paisagismo mais interessante. Mas eles devem ter uma função específica, como o delineamento de áreas de uso ou outros espaços do gramado, reduzindo o ruído ou escondendo uma vista indesejada. As elevações devem se misturar com a topografia ao redor e ter um aspecto natural.

Muros de arrimo não precisam ser retos e sisudos. Use materiais e formas naturais para criar um conjunto harmonioso. Foto de Patricia
Muros de arrimo não precisam ser retos e sisudos. Use materiais e formas naturais para criar um conjunto harmonioso. Foto de Patricia

O nível do seu terreno deve condizer com as linhas dos terrenos dos seus vizinhos. Você pode conseguir isso com um nivelamento gradual ou com muros de arrimo.

Artigo anterior: 13. Planejando seu jardim: Forrações, trepadeiras e flores
Próximo artigo: 15. Planejando seu jardim: Os caminhos

Se este artigo ajudou você. Então compartilhe este artigo e ajude a divulgar essa informação.

Conte-nos sua experiência sobre o assunto deste artigo